Dúvida sobre laudo de eletrocardiograma

Discussão em 'Vale Tudo' iniciada por THE_PLAYER, 12 Setembro 2008.


  1. THE_PLAYER Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    24,615
    Pontos de Troféu:
    559
    Como o OS é um espaço eclético, repleto de usuários das mais diferentes áreas (incluindo médicos), gostaria de tirar uma dúvida sobre o laudo de um eletrocardiograma, no caso feito pela minha esposa.
    Ela passou em um concurso e um dos exames médicos necessários é o tradicional eletrocardiograma. Acontece que no laudo do exame aparece a seguinte frase: "Alterações inespecíficas da repolizarização ventricular".
    O que seria isso? Estamos com medo disso influenciar a análise dos exames feita pela junta médica, que acontecerá em São Luís - Maranhão.
    É uma viagem relativamente longa até lá (7~8 horas) e não podemos vacilar em nada, ainda mais que ela terá que viajar com o bebê, pois o mesmo está em fase de amamentação.
    Por favor, se algum médico do fórum (Davivascaino etc) ou mesmo alguém que passou por isso puder me ajudar, agradecerei MUITO.
    É claro que vamos falar com um médico especialista na próxima segunda-feira e ver o que devemos fazer, mas também considero as opiniões da galera do fórum, que sempre se mostrou bastante competente.
    Valeu e um abraço! :D
  2. thiago_rariz Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    7,221
    Pontos de Troféu:
    354
    nao sou medico, mas achei isso aqui no yahoo respostas:

    "
    SÃO ALTERAÇÕES ELETROCARDIOGRAFICAS DA ONDA T.
    - O QUE SIGNIFICA? :QUE POR UM MOTIVO OU OUTRO (SÃO VARIOS E VC DEVE PROCURAR UM MÉDICO PARA MELHORES ESCLARECIMENTOS) O CORAÇÃO QUANDO BATE ESTA COM DIFICULDADE EM RETORNAR AO NORMAL PARA UMA NOVA BATIDA...GERALMENTE QUANDO SÃO ALTERAÇÕES INESPECIFICAS NÃO SÃO GRAVES, POREM TODO PROBLEMA ENCONTRADO DEVE SER INVESTIGADO.
    - ESPERO TER AJUDADO E NÃO DEIXE DE PROCURAR UM MÉDICO AO INVES DE CURIOSOS DA NET...CUIDADO!!!
    "

    mas deixe um medico postar...
  3. THE_PLAYER Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    24,615
    Pontos de Troféu:
    559
    Eu li essa resposta (e outras duas, acho) pesquisando no Yahoo Respostas.
    Uma delas me deixou um pouco mais aliviado, pois dizia que isso não é sinônimo de doença, podendo ser uma particularidade do paciente.
    Valeu pela força!
  4. Gattuso Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    17,085
    Pontos de Troféu:
    404
    fui o cara que mais criou tópicos. Tanto que na pesquisa só aparece 500
  5. Bill Kamp Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    12,510
    Pontos de Troféu:
    464
    O ECG apresenta uma curva do batimento cardíaco, mostrando todo o trajeto do estímulo elétrico que ativa a batida cardíaca.

    [IMG]


    Aqui nós temos uma curva esquemática de um batimento cardíaco

    As letra Q, R e S significam o momento em que o ventrículo esquerdo, área do coração que envia o sangue para o corpo, está sendo contraído e então mandando o sangue para o restante do corpo.
    A letra seguinte T, significa o momento em que o coração está retornando à sua posição normal e se preparando para novamente contrair na batida seguinte.

    [IMG]
    Essa figura mostra exatamento o trajeto do estímulo elétrico com o movimento cardíaco e a identificação no ECG

    Se tá identificando que aconteceu alguma alteração na repolarização ventricular, pode significar que a onda T está em um formato inesperado, muito alta, baixa, ou afastada.
    Cada uma dessas coisas significando uma coisa diferente, podendo ser de infartos, bloqueio de ramos entre outras coisas.


    Porém, agora para lhe acalmar Player, faz quanto tempo que seu filho nasceu????

    Com a gravidez a o útero da mulher comprime as vísceras para cima, mudando a posição dos órgãos, inclusive o coração, sendo assim ter uma alteração no ECG sem relação à nenhuma doença, se faz pouco tempo que ela teve o filho e ainda não retornou ao seu "formato" normal, isso pode explicar.

    Para uma melhor informação, eu precisaria dar uma olhada no ECG e ver oque seria o problema.


    Perguntas:

    Qual a idade da sua mulher?
    É sedentária?
    Fuma?
    Bebe?
    Toma alguma medicação?

    Se todas as perguntas forem as mais saudáveis, preocupe-se pouco, vá no médico e provalvemnete não terá nada com que se preocupar.

    Mas vá no médico para confirmar mesmo.



    P.S.: Não sou médico, sou fisioterapeuta, ok?
  6. THE_PLAYER Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    24,615
    Pontos de Troféu:
    559
    Opa! Agora fiquei mais animado!
    Bom, meu filho nasceu no dia 30 de julho desse ano. Agora resta saber se o tempo entre o nascimento e o exame (1 mês e 13 dias) corresponde a esse "pouco tempo" do texto que você postou.
    Ela tem 25 anos, é relativamente sedentária (não pratica esportes, mas é bastante ativa nas atividades da casa), nunca fumou, bebeu e nem toma qualquer medicamento regularmente. Ela é magra, ainda que isso não seja sinônimo de saúde, mas...
  7. Bill Kamp Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    12,510
    Pontos de Troféu:
    464
    Bom, ela ainda pode ter uma alteração já mais antiga que nunca foi identificada antes, não seria nada grave, porém apareceria no exame, resta saber se a contratação seria interrompida por isso.

    Ela já praticou alguma atividade física regular na vida???

    Tipo quando fazia educação física no colégio??? Se sim, como ela se sentia, se não for nada de anormal, menos preocupação ainda.
  8. THE_PLAYER Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    24,615
    Pontos de Troféu:
    559

    Ela nunca praticou exercícios regulares, nem mesmo aulas de educação física (escola pública, aí você já sabe).
    Ela não tem o porte de uma pessoa resistente, isso é bem verdade.

    Será que fazer o examente novamente mudaria o resultado, levando em consideração que pode ter sido algum problema no próprio exame ou uma variação momentânea? Estamos pensando em levar esse mesmo e, caso a junta médica recuse, fazer outro São Luís caso seja necessário.
  9. Bill Kamp Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    12,510
    Pontos de Troféu:
    464
    Se o exame identificou a alteração provavelmente ela sempre estará lá, principalmente se for uma alteração de onda T, se for uma arritmia, não teria problema.

    Olha Player, não se estresse com o ovo no cu da galinha, pode ser um monte de coisa, ou pode não ser nada, eu voto pela probabilidade pós-parto, vai no médico e vê que que ele acha.



    Mesmo que seja algo grave é melhor que vocês saibam para saber como tratar né?
  10. THE_PLAYER Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    24,615
    Pontos de Troféu:
    559
    Espero que seja algo relacionado com o parto, é a melhor opção para nós aqui.
    Estou preocupado porque é um cargo público, coisa complicada de se conseguir atualmente. Me preocupo por ela também, pois ela foi demitida de forma injusta recentemente e passamos por maus bocados por causa disso, principalmente ela.
  11. Davivascaino Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    9,600
    Pontos de Troféu:
    399
    Muitas vezes o laudo é feito pela máquina, que acaba soltando alguns laudos diferentes do normal quando nao acha um ECG perfeitamente simétrico. Porém, se o paciente for estável, sem história familiar de cardiopatia ou doença cardiovascular, essa alteracao pode significar nada. Vale a pena repetir só para tirar a dúvida, mas isso deve ser besteira.
  12. THE_PLAYER Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    24,615
    Pontos de Troféu:
    559
    Obrigado pela resposta, eu sabia que tu ia aparecer.
    Amanhã ela vai refazer o exame em outra clínica. Agora, se der o mesmo resultado, vou partir pra outra tática, se precisar, inclusive, vou abrir a carteira, vale a pena pra ela não perder o emprego. :-D
  13. Pack Man Supra-sumo

    Número de Mensagens:
    16,617
    Pontos de Troféu:
    196
    bugZ?
  14. limamarcus83 Larva

    Número de Mensagens:
    2
    Pontos de Troféu:
    1
    Resolvi ressucitar esse tópico pq to com o mesmo problema.
    Passei em um concurso público e fiz o eletro q foi pedido no edital, no resultado deu o seguinte:
    "ausencia de sobrecargas"
    "AIRV"

    As condições INCAPACITANTES são as seguintes:
    Sistema cardiovascular: anormalidades congênitas ou adquiridas; infecções e inflamações; arritimias; doenças do pericárdio; endocárdio e da circulação intrínsica do coração anormalidade de condução e outras detectadas no eletrocardiograma com repercussão clínica; doenças oro-valvulares; doenças venosas arteriais e linfáticas; hipertensão arterial de acordo com a definição da OMS; miocardipoatias.

    Será q essas Alterações inespecíficas da repolizarização ventricular podem ser um problema de acordo com essas condições????

    Se alguém puder me ajudar....
    Valeu!!!!
  15. John Matrix Habitué da casa

    Número de Mensagens:
    2,387
    Pontos de Troféu:
    81
    Quer dizer que tem AIDS, fikdik
  16. Rocklogan Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    5,398
    Pontos de Troféu:
    309
    Megaboga Coveirada...
  17. Moonwalker_BR Veterano

    Número de Mensagens:
    1,663
    Pontos de Troféu:
    144
    fica tranquilo..
  18. limamarcus83 Larva

    Número de Mensagens:
    2
    Pontos de Troféu:
    1
    Pq "fica tranquilo"??
  19. THE_PLAYER Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    24,615
    Pontos de Troféu:
    559
    Faça o exame novamente em outra clínica. Geralmente funciona.

Compartilhe essa página