E aqueles encoxadores de trens e ônibus?

Discussão em 'Vale Tudo' iniciada por antonioli, 20 Março 2014.


  1. antonioli Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    51,374
    Pontos de Troféu:
    949
    Após 'onda' de vídeos de abuso em trens, polícia prende 17 suspeitos

    ‘Encoxadores’ publicam em redes sociais vídeos de abuso contra mulheres.
    Passageiras relatam assédios frequentes no transporte público de SP.


    [IMG]

    A Polícia Civil de São Paulo investiga a ação de criminosos que, além de abusar e assediar mulheres no transporte público, filmam, fotografam e divulgam imagens na internet. Neste ano, 17 suspeitos de abuso no Metrô e nos trens foram presos.
    Nesta semana, dois foram detidos na quarta-feira (19), sendo que um deles tinha uma câmera com vídeos de mulheres feitos no Metrô. Os dois foram indiciados por importunação ofensiva ao pudor. Na segunda-feira (17), outro foi preso em flagrante e indiciado por tentativa de estupro.

    O fenômeno, conhecido como “frotteurismo” (ato de esfregar-se em outra pessoa), é chamado nas comunidades investigadas pelos termos “encoxadas” e “encoxadores”.
    Para praticar o crime, homens usam telefones celulares, máquinas fotográficas e até micro-câmeras escondidas para registrar o abuso contra as vítimas dentro de ônibus, e dos vagões e plataformas do Metrô e trens lotados. O objetivo é encostar ou exibir o órgão sexual masculino no corpo feminino, principalmente nádegas e seios.
    Quando não tocam as vítimas, eles flagram calcinhas embaixo das saias e closes de decotes. As cenas vão parar no Facebook, no Youtube, blogs e até em trocas de mensagens pelo aplicativo WhatsApp. Apenas uma das cerca de 40 páginas relacionadas ao tema no Facebook chegou a ter mais de 12 mil seguidores.
    Os autores das imagens e relatos evitam se mostrar. Eles usam pseudônimos para continuarem a prática criminosa sem serem descobertos. Na quarta-feira (19), no entanto,dois homens foram presos em flagrante suspeitos de abusar de mulheres no Metrô. Eles foram detidos na estação Sé, no Centro da capital paulista. Segundo policiais civis, um técnico de informática de 26 anos filmava com o celular partes íntimas das mulheres para publicar nas redes sociais. Já o outro homem preso, um engenheiro elétrico, passou a mão em uma das passageiras. Os dois foram liberados para responderem em liberdade.
    Na última segunda, um universitário desempregado foi preso em flagrante por suspeita de abusar sexualmente de uma passageira dentro de um trem da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).
    Ele foi acusado de agarrar a mulher, tentar arrancar sua calça e ejacular nela. A vítima gritou e os outros passageiros espancaram o agressor. Detido, foi levado para a Delegacia do Metropolitano (Delpom), na estação Barra Funda, Zona Oeste. Segundo policiais, ele ainda estaria preso.
    Influenciado por sites
    De acordo com o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, divisionário da Divisão Especial de Atendimento ao Turista (Deatur), responsável pela Delpom, o estudante de administração alegou que foi influenciado por páginas que acessou na internet que estimulam ataques a mulheres dentro da rede de transportes. "Tem muitas páginas que incentivam esse tipo de ato. Estamos rastreando quem publica as imagens para tentar prendê-los".
    Segundo o delegado, o homem preso tem 24 anos e confessou o crime. “Ele disse que estava muito apertado no trem e não aguentou e fez o que fez”.
    O G1 não conseguiu localizar os três suspeitos detidos para comentar o assunto.

    Segundo Nico Gonçalves, outros 16 casos semelhantes foram levados este ano à Delpom, que investiga crimes no Metrô e CPTM. Eles foram registrados como importunação ofensiva e atos obscenos. Dados da Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP) mostram que em 2012 foram registradas nesta delegacia duas ocorrências de estupro e no ano passado, três.

    Além do crime de estupro, os “encoxadores” podem responder, dependendo do caso, por abuso sexual, atentado violento ao pudor, assédio sexual, uso indevido da imagem, constrangimento ilegal e pedofilia.
    Em 2013, cem mulheres fizeram denúncias após serem vítimas de agressões sexuais em ônibus, metrô e trens na cidade de São Paulo. Além dos três casos da Delpom, há registro na Secretaria Municipal de Transportes (SPTrans) de“97 "reclamações de mulheres relacionadas a tentativas ou prática de abuso ou assédio dentro de ônibus”.

    De acordo com seguranças do Metrô e da CPTM ouvidos pela equipe de reportagem, todos os dias eles recebem denúncias e relatos de assédios sexuais sofridos por passageiras. “Além de celulares apreendidos com fotos e vídeos de mulheres, já pegamos esses ‘encoxadores’ com câmeras escondidas em sapatos, canetas”, disse um segurança ao G1, que só aceitou falar sob a condição de que seu nome não fosse divulgado.
    [IMG]Patrícia e Evelin foram vítimas de assédio e abuso
    sexual no transporte público.
    (Foto: Kleber Tomaz/G1)

    Vítimas
    A analista Evelin Ribeiro de Souza Pinheiro, de 24 anos, e a amiga Patrícia Lopes, uma supervisora de 26 anos, afirmaram que já foram vítimas dos ‘encoxadores’ no Metrô.

    “Já fui vítima de assédio e abuso sexuais dez vezes. Eu reclamava, mas desisti depois da indiferença dos funcionários do Metrô”, diz Evelin. “Quando fui procurá-los para relatar o que ocorreu, me aconselharam a desistir da queixa e procurar uma companhia para andar dentro do vagão ou que alguém fosse me buscar no Metrô”.

    Patrícia comentou que apesar de ter sofrido três ataques no Metrô e na CPTM, só um dos casos virou boletim de ocorrência. “É que nas outras duas vezes os homens fugiram”, disse ela. “Em 2010, dentro de um trem senti uma pressão no meu ombro. Quando vi era um homem com o pênis para fora. Pensei em pedir ajuda, mas ele estava com amigos que pediram para eu ficar quieta e fiquei com medo”.
    Em 2006, um homem que fotografava Patrícia com o celular foi preso após ela pedir ajuda à segurança do Metrô. “Era sempre o mesmo cara. Ele me perseguia, sabia meus horários. Um dia ele fingia que mexia no celular, mas estava me fotografando, tentando me filmar”, lembrou. “Desci na plataforma da Sé e um grupo de seguranças o pegou”.

    Outras mulheres ouvidas pela equipe de reportagem comentaram que, além de empurrarem o agressor e gritarem, usam alfinetes para espetar os “encoxadores” e se protegerem deles.

    No ano passado, o vereador Alfredinho (PT) chegou a lançar o projeto de vagões exclusivos para mulheres no Metrô e trens, mas retirou a ideia após reações contrárias de grupos de mulheres. Segundo sua assessoria, ele estuda uma nova proposta para garantir a segurança feminina no transporte público.
    [IMG]Página com mais de 12 mil
    seguidores no Facebook. Safernet pediu retirada
    do conteúdo (Foto: Reprodução)

    Especialista
    Para o psiquiatra forense Guido Palomba, os “encoxadores” são “psicopatas sexuais”. Na opinião do especialista, do ponto de vista psiquiátrico, o melhor termo para defini-los é o “frotteurismo”. A palavra de origem francesa, vem de “frotteur”, que significa “fricção” em português.

    “O ‘frotteurismo’ é a mania sexual de se esfregar em vítimas em lugares públicos sem o consentimento delas. Isso era até um tempo atrás mais difícil de ver. Mas hoje, todo dia e qualquer hora, é encontrado em metrô, trem e ônibus lotados”, analisou Palomba. “São compulsivos sexuais, psicopatas sexuais que sofrem de transtornos mentais. Apresentam uma série de transtornos sexuais, entre esses é o de ficar se esfregando na vítima”, avalia.
    Nos Estados Unidos essa prática de homens se esfregarem em mulheres também é conhecida, mas por “groping” (‘tateando’). No Japão, recebe o nome de chikan (algo como ‘molestar’ ou ‘molestador’).
    Sites denunciados
    De acordo com a Safernet Brasil (organização da sociedade civil sem fins lucrativos que atua na proteção e promoção dos direitos humanos na internet), o “frotteurismo” na web é um fenômeno que vem sendo combatido no país desde 2007.

    “É um fenômeno que ganhou força há alguns anos”, disse ao G1 Thiago Tavares Nunes de Oliveira, presidente da SaferNet. “Levantamento feito por nós mostra que nos últimos oito anos recebemos 2.090 denúncias de 21 páginas de ‘encoxadas’ no transporte coletivo no Brasil”.

    Nesse período, a SaferNet entrou em contato com os provedores dos sites e conseguiu remover sete páginas. “Foram seis pelo Google e uma pelo Facebook”, disse Nunes de Oliveira.
    Metrô e CPTM
    Questionados sobre os “encoxadores”, Metrô e CPTM informaram que “repudiam qualquer atitude que caracterize assédio sexual.” “Para combater a ação de assediadores, a usuária importunada deve informar o fato imediatamente a um funcionário, apontando o autor e registrar queixa na Delegacia de Polícia”, informa trecho da nota conjunta divulgada.
    Em entrevista ao G1, o chefe da segurança do Metrô, Rubens Cirilo Menezes, afirmou que os crimes sexuais correspondem a menos de 1% das ocorrências registradas para 1 milhão de usuários. Por dia, são transportadas mais de 4 milhões de pessoas.
    "Apesar de serem crimes esporádicos em relação ao furto, que é o que tem maior incidência, os crimes sexuais são combatidos por nós. Mas além dos seguranças disfarçados, precisamos receber denúncias também das vítimas, relatos de testemunhas para prender os suspeitos".
    Metrô e CPTM mantêm o serviço de SMS-Denúncia, que garante anonimato do passageiro. Para isso, é necessário enviar um torpedo para os celulares: (11) 97333-2252 (Metrô) e (11) 9 7150-4949 (CPTM).”
    [IMG]

    Fonte: G1
    Gozado que isso ocorre desde sempre mas nunca vi muita movimentação sobre. Apareceu esse caso do cara que disse que era praticamente culpa da internet ele agir dessa forma. E agora até prenderam.

    Update: Homens também

    HOMEM TAMBÉM É VÍTIMA DE ASSÉDIO NO METRÔ DE SÃO PAULO

    22 CASOS ESTÃO SENDO INVESTIGADOS; ENTRE AS VÍTIMAS ESTÁ UM HOMEM E UMA MULHER MAIS VELHA

    Até homem e mulher mais velha são vítimas de abusos no Metrô de São Paulo e na Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). É o que revelam os boletins de ocorrência e termos circunstanciados lavrados em virtude de assédios sexuais no sistema desde o início do ano. Ao todo, a Delegacia de Polícia do Metropolitano (Delpom) registrou 22 casos dessa natureza entre janeiro e anteontem. Homens, os agressores têm, em média, 32 anos e 11 meses de idade e preferem atacar de manhã. As Linhas 3-Vermelha, do Metrô, 7-Rubi e 11-Coral, da CPTM, são as mais visadas.

    Os registros indicam que metade dos aliciamentos aconteceram dentro dos vagões de metrô ou dos trens suburbanos e os demais, nas estações. A Palmeiras-Barra Funda, que integra linhas da CPTM a outra do Metrô na zona oeste da capital paulista, contabilizou três casos, assim como a Sé, no centro. Em seguida, figuram a Anhangabaú, também na região central, com duas ocorrências, a Consolação, na Linha 2-Verde, a Luz, na Linha 7, e a Brás da CPTM.

    De acordo com o delegado Cícero Simão da Costa, titular da Delpom, os molestadores agem com mais afinco nos horários de pico, quando as estações e os trens da rede ficam superlotados. "Em muitos casos, o criminoso começa a 'encoxar' a vítima no começo da linha e só para quando ela desce do trem." Sete molestadores eram casados.
    No geral, conforme o levantamento feito pelo Estado, as vítimas têm 28 anos e 7 meses. Das 22 que foram molestadas e denunciaram os seus agressores à polícia neste ano, seis são casadas. Três têm mais de 40 anos. Houve um caso em que um passageiro acariciou a barriga, a cintura e o seio de uma babá de 54 anos, casada. O episódio ocorreu no interior de um trem na Linha 7, sentido Francisco Morato, em 31 de janeiro. O criminoso viajou sentado ao lado da vítima, que o denunciou aos seguranças ao desembarcar.

    No dia 13 daquele mês, um técnico em informática de 22 anos foi molestado por um arquiteto de 38 na Estação Sé do Metrô, quando desembarcava do trem, às 17h35. Segundo o termo circunstanciado elaborado pela polícia, o aliciador "passou a mão no órgão genital da vítima apertando o mesmo com vigor". O jovem "não aceitou a importunação", empurrou o arquiteto para fora do vagão e, depois, o segurou "pelo colarinho para que fosse apresentado ao corpo de segurança" do Metrô. Todas as demais vítimas, no entanto, são mulheres.

    Para a Polícia Civil, ainda existe muita subnotificação. Nesta quarta-feira, 19, o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, da Delegacia Especializada em Atendimento ao Turista (Deatur), ligada à Delpom, frisou que é preciso que as mulheres denunciem qualquer abuso que sofram e apontem o responsável pelo crime para que ele seja punido.

    Outros dois casos passaram a ser investigados nesta quinta-feira, 20. Em um deles, duas adolescentes foram acariciadas por um homem na Linha 3-Vermelha. No outro, o agressor apalpou as coxas de uma mulher na Estação Consolação. Os dois homens foram detidos, mas já liberados. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
    Fonte: Época Negócios
  2. Eh nozes Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    31,291
    Pontos de Troféu:
    874
    Vc jah tem tempo suficiente de forum pra saber que soh trabalhamos com fotos... :coolface
  3. antonioli Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    51,374
    Pontos de Troféu:
    949
    Comentários geniais no G1

    QUANDO É A MULHER QUE ESTÁ encoxando, ai não tem nada né? triste viver em um mundo feminista.

    Com esse shortinho todo enfiado no meio de um monte de homem em um trem lotado... ou o cara vai sentir muita inveja ou vai ficar muito excitado... por isso discordo totalmente desse termo usado na matéria, não existe transtorno mental e a compulsão só se dá quando provocada em um "ser"... é a mesma coisa que jogar alguns pedaços de carne para leões famintos...Acho que essa psiquiatra nunca passou "fome" na vida para entender uma realidade !!

    O homem que assedia a mulher tem ser preso e condenado.E se a mulher assediar o homem,passar a mao nas suas partes intimas,chama-lo de gay,frouxo,falar palavrao,sera que ela vai presa .No Codigo Penal tinha o crime de estupro e atentado violento ao pudor.Hoje esses crimes foram unificados e so existe crime de estupro.A mulher pode ser condenada por estupro.

    Quem ja assistiu a dama da lotação? Depois só os homens que não presta né tem mulher que fica molhadinha quando encostamos nelas. Ou são todas santas ?

    O principal culpado é o governo , que oferece um péssimo transportes pra população, se existisse um transporte digno para transportar a população isso não aconteceria

    Duvido que se essas mulheres forem encoxadas por um homem bonito vão reclamar! Eu sou gay e ja fui encoxado por um louro lindo no metrô... se as gurias vissem iam fazer fila pra serem encoxadas. Então meninas, também não sejam hipócritas né? O único motivo de vcs não gostarem é pq, em geral, os homens que fazem isso são feios, barrigudos e fedorentos.
    .vaz, soukaigi e cml aprovam isto.
  4. VirAdoNoKaiOkEn Veterano

    Número de Mensagens:
    808
    Pontos de Troféu:
    133
    eu vi um dia desses no caralivro um grupo chamado ''encochadores e encochatrizes''

    ri muito com as ''encochatrizes'' :klol
  5. BassHero Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    20,723
    Pontos de Troféu:
    584
    aí eu chego fazendo piada para demonstrar que tem gente que realmente pensa que é de boa fazer essas merdas, uns gênios perguntam a necessidade disso.

    Ta ae j0kk3r
    Shinobi4CS e Lugano curtiram isto.
  6. antonioli Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    51,374
    Pontos de Troféu:
    949
    Eu concordo que são psicopatas sexuais. É muita bizarrice.
    Lost Brother, leoswinka, Flea. e 8 outros curtiram isto.
  7. Porco Seboso Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    3,033
    Pontos de Troféu:
    303
    A casa caiu pra geral. Bem feito! Bando de tarados sem vergonha.
    Justhat aprova isto.
  8. VirAdoNoKaiOkEn Veterano

    Número de Mensagens:
    808
    Pontos de Troféu:
    133
    bota bizarro, minha irmã já sofreu com isso, é pra se indignar.
    Pingu77 aprova isto.
  9. Tecnomage Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    3,193
    Pontos de Troféu:
    303
    Não lembro qual o tópico, mas tem usuários aqui da OS que acham esse tipo de coisa normal...
    Lost Brother, ptsousa, kiala e 3 outros curtiram isto.
  10. jonjontkd Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    7,426
    Pontos de Troféu:
    289
    São os encoxadores desgraçados
  11. Fantasy_RJ Veterano

    Número de Mensagens:
    532
    Pontos de Troféu:
    123
    Uma pagina no facebook que promove e incentiva esse tipo de crime e recebe 12 mil seguidores :eek:, tem algo muito errado ocorrendo.

    Nossa sociedade está adoecendo, muito provavelmente pela frouxidão das leis e omissão do legislador, e isto fomenta do desvio de conduta à prática de crime.

    O cidadão de modo geral, precisa saber que está sendo vigiado, e precisa ter em mente que será punido com rigor. Somente através disso é que se torna possivel afugentar a idéia de quê "a ocasião faz o ladrão".

    Não existe prognóstico melhor e mais eficaz.
    B. Roy, Hikari_, tonycat77 e 4 outros curtiram isto.
  12. Porco Seboso Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    3,033
    Pontos de Troféu:
    303
    No xavier e no semmãe tá cheio de vídeos desse tipo; os caras são sem vergonha mesmo, ficam com o pau visivelmente duro roçando na bunda das gurias... caras de pau total. :kwow
  13. BassHero Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    20,723
    Pontos de Troféu:
    584
    legal as idéias


    pra 1820
  14. Tecnomage Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    3,193
    Pontos de Troféu:
    303
    O pior é que em geral quando a mulher reclama ou reage na maioria das vezes acaba sendo tachada de louca, paranoica e afins...
    Leena, .Void., tonycat77 e 6 outros curtiram isto.
  15. BassHero Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    20,723
    Pontos de Troféu:
    584
    vigilância é muito mais importante que lei.

    De que adianta uma puta lei se ela não vai ser cumprida?

    ALém de leis que caminhem para a ressocialização e "remediamento" desse comportamento nojento
  16. brazil123 Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    11,874
    Pontos de Troféu:
    609
    Bela bosta,nem presos irão ficar =/
  17. Fantasy_RJ Veterano

    Número de Mensagens:
    532
    Pontos de Troféu:
    123

    Vigiar e punir é uma tese moderna. Não superada, e completamente aceita na comunidade acadêmica. Não viaja cara.
  18. BassHero Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    20,723
    Pontos de Troféu:
    584
    eu citei de novo o post, deu um pau aqui na maquina e ele só foi pela metade
    Fantasy_RJ aprova isto.
  19. Fantasy_RJ Veterano

    Número de Mensagens:
    532
    Pontos de Troféu:
    123

    Eu deixei muito claro no comentário, que o problema é impunidade e o cidadão não se sentir vigiado.

    Impunidade, pq o encoxador responde por contravenção penal (pena ridicula), e ausência de vigilância, o encoraja a praticar o ato, pois acha que não será descoberto e punido, razão pela qual criarem até paginas sobre isso no faebook
    tonycat77 aprova isto.
  20. God Odin Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    2,588
    Pontos de Troféu:
    304
    Cade as Leis nessas horas ?
  21. BassHero Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    20,723
    Pontos de Troféu:
    584
    Eu já acho que é outro viés. O cara que está no busão está cagando e andando pra lei, ele vê a bundinha e fala "é hoje". Pode ser pena de um ano pode ser prisão perpétua: ele está pouco se fudendo por que sabe que não será pego.

    Põe uma câmera em cada busão, puna os transgressores com as leis que temos que aos poucos as coisas começam a mudar
  22. Osmin Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    2,510
    Pontos de Troféu:
    303

    O Brasil está em 1820.
  23. Splasha Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    10,223
    Pontos de Troféu:
    454
    Tem que ser muito fdp pra fazer isso, fala sério.
  24. yugi moto Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    4,638
    Pontos de Troféu:
    299
    Isso até encoxarem a mãe ou a namorada por ai, é a mesma coisa pra Bandido
    Fantasy_RJ aprova isto.
  25. Dark_Schneider_ Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    19,740
    Pontos de Troféu:
    674
    Zaporozhets
    Pingu77 aprova isto.
  26. antonioli Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    51,374
    Pontos de Troféu:
    949
    Impossível achar isso normal. Impossível.
    Babylon e Porco Seboso curtiram isto.
  27. BassHero Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    20,723
    Pontos de Troféu:
    584
    dahora a justificativa, bora voltar a escravidão então
    Pingu77 aprova isto.
  28. j0kk3r Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    6,377
    Pontos de Troféu:
    384

    Não é possível que você não entendeu o que eu quis dizer no outro tópico cara. Você tá brincando né?
  29. Osmin Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    2,510
    Pontos de Troféu:
    303

    Foi uma figura.
  30. BassHero Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    20,723
    Pontos de Troféu:
    584
    eu sei, a minha tbm, meu caro.

    Não é por que a nossa sociedade tá com um pé no século passado que temos que utilizar os métodos daquela época.

    não só entendi como execrei
  31. Gabjplima Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    7,553
    Pontos de Troféu:
    454
    Será que esses caras não tem mulher em casa?

    Acham q a vida real é uma extensão do Xvideos.:facepalm
  32. nilson15 Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    9,449
    Pontos de Troféu:
    444
    To vendo o quanto de caras que vão ser condenados como encoxadores depois dessa modinha. Ja é foda se posicionar no Metro sem encostar em alguém, e agora por causa de alguns fdp, todo mundo que chegar perto de alguma mulher por falta de espaço vai ser julgado como tarado.

    Prevejo gente sento linchada erroneamente.
  33. dark___fear Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    3,782
    Pontos de Troféu:
    239

    Realmente, tipo, é muito fácil o cara se livrar se a mulher gritar: Basta ele falar "Tá louca, tu acha que eu iria encoxar em alguém feia como você?". Pronto, qualquer argumento da mulher não vale nada agora.
  34. Tecnomage Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    3,193
    Pontos de Troféu:
    303
    Minha namorada usa a linha vermelha do metro aqui em SP... e ela mesmo fala que da pra perceber a diferença entre falta de espaço e gente mal intencionada....
    Luan Carr e Cyber Cowgirl curtiram isto.
  35. Vorpal Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    3,893
    Pontos de Troféu:
    269
    VirAdoNoKaiOkEn aprova isto.

Compartilhe essa página