[Economia] Vocês são a favor da ALCA?

Discussão em 'Vale Tudo' iniciada por ~L~, 18 Março 2008.


  1. ~L~ Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    18,647
    Pontos de Troféu:
    362
    [SIZE="4"]Área de Livre Comércio das Américas [/SIZE]

    No ano de 1994, foi assinada, por 34 países da América, a carta de intenções que cria as diretrizes para a implementação da Alca. A formação de um bloco econômico de livre comércio nas Américas, tem por objetivo eliminar, paulatinamente, as barreiras alfandegárias entre os países. Em função do bloqueio econômico que sofre, imposto pelos Estados Unidos, Cuba não faz parte deste acordo.
    Quando estiver em pleno funcionamento, a Alca será um dos maiores blocos econômicos do mundo. Na América do Norte, já funciona o bloco econômico NAFTA ( Estados Unidos, Canadá e México ) e na América do Sul, o Mercosul ( Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai ).
    Em funcionamento, a Alca terá, aproximadamente um PIB (todos os países juntos) de US$ 12 trilhões e uma população de cerca de 850 milhões de habitantes.

    [COLOR="Red"]Dificuldades de Implementação[/COLOR]

    Os Estados Unidos estão na liderança da implementação da Alca, por se tratar da maior economia da América. Interessados na abertura total dos mercados, encontram resistências de países em desenvolvimento, temerosos da implantação da Alca. Este medo vem justamente de fraquezas econômicas e pouco desenvolvimento em áreas industriais. Uma abertura geral poderia provocar a ruína de parques industriais nestes países.
    O Brasil tem defendido a idéia de uma abertura gradual e de negociações feitas em blocos. Desta forma, o Brasil ganharia mais força para negociar com os Estados Unidos.

    Muitos países em desenvolvimento da América Central e do Sul precisariam de investimentos bilionários em infra-estrutura para que suas economias suportem a entrada num mercado econômico do porte da Alca. Setores como o de transportes, telecomunicações, energia, água, portos e aviação devem ser reestruturados.

    Também existem barreiras internas nos Estados Unidos, pois em 1997 o então presidente Bill Clinton, não conseguiu aprovar no Congresso o chamado fast track, que seria a via rápida para a implementação da Alca. Muitos sindicatos patronais e de trabalhadores, resistem a idéia da Alca por temerem a concorrência de produtos estrangeiros. Os trabalhadores, por exemplo, temem o desemprego com o funcionamento Alca.

    [COLOR="Red"]Um caminho inevitável
    [/COLOR]
    Com a globalização da economia mundial, a formação de blocos econômicos é inevitável para as economias dos países. Estes blocos proporcionam redução nas tarifas alfandegárias, facilitam a circulação de mercadorias e pessoas, alem de fomentar o desenvolvimento de infra-estrutura nos países participantes. Porém, o ideal é que estes blocos funcionem de tal forma que todos os países ganhem com este processo. No futuro, economistas dizem que as relações comerciais não mais acontecerão entre países, mas sim entre blocos econômicos. Ficar fora deles não será a via mais inteligente para países que pretendem o crescimento industrial, melhorias sociais e aumento do nível de empregos.

    ---------------------------------------------

    Particularmente,
    A ALCA não ajudará o Brasil nem os outros países em nada,
    e sim favorecer o enriquecimento dos Estados Unidos.
    Porém não sou eu que decido o futuro do brasil.

    E o que voces acham? Deve ser ou não implantada?
  2. RoDriG0 Veterano

    Número de Mensagens:
    2,816
    Pontos de Troféu:
    149
    Dai eu te faço uma outra pergunta, Vc acha q o Brasil tem como competir com as Empresas e Industrias estadunidenses??? O q vai acontecer com isso, eh fuder com as nossas industrias, e crescer a agricultura, resumindo, vamos voltar 500 anos, prefiro muito mais o Brasil dominando com o Mercosul e fazendo acordos com os demais paises como CHina, India, EUa, etc. ALca pra mim eh burricee! mas vai q entra um outro FHC da vida pra vender o País de novo.
  3. Cielo Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    3,696
    Pontos de Troféu:
    239
    acho q se as coisas para exportações tenham impostos iguais os americanos é uma otima para o Brasil, na area de calçados, automoveis...aqui a mão de obra é bem mais barata então o preço entraria mto ompetitivo la, porem eu duvido q os impostos baixem, tornando os produtos brasileiros mto caros.
  4. Maxtremus Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    20,828
    Pontos de Troféu:
    569
    A ALCA resumida é o seguinte...a américa latina dimunui 99% dos impostos de todos os produtos dos EUA, e os EUA em troca diminuem 1% dos impostos dos chaveiros fabricados nos outros países...
  5. Vinicam Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    14,735
    Pontos de Troféu:
    469
    Nada a ver com o tópico, mas:

    Acho que de tanto ver a frase "eu comia" no forum eu li economia como eu comia! :-D
  6. Nêmesis. Supra-sumo

    Número de Mensagens:
    3,351
    Pontos de Troféu:
    157
    [COLOR="Black"]Se o Brasil entrar na ALCA vai criar uma ENORME dependencia para com os EUA, e isso é justamente o que eles querem. O Brasil desenvolver é bom para eles, ja que amplia seu mercado consumidor, mas ELES tem que controlar o nosso desenvolvimento, para que nao possamos nos tornar uma potencia ou um competidor para os EUA.

    Apesar de trazer alguns beneficios imediatos, isso a longo prazo, quando o Brasil comecar a virar uma potencia e quizer se libertar de tudo aquilo que nos prende de sermos uma potencia, estaremos amarrados aos EUA, e dependentes dele Teremos nosso desenvolvimento controlado.
    [/COLOR]
  7. dedeco.banger Supra-sumo

    Número de Mensagens:
    3,116
    Pontos de Troféu:
    159
    [modo Karl Marx ON]nao.....alem de limitar a escolha de importação,a AL fica com uma dependencia muito maior a EUA.Acredito no livre comercio e a alca so atrasaria mais ainda o processo de desenvolvimento economico de alguns paises da AL
  8. Deslock Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    6,712
    Pontos de Troféu:
    214
    os outros tópicos acima falam tudo

    não dá para competir com os Estados Unidos em materia de produtos industrializados e tecnologia de produção.

    Acho que os americanos querem que aqui seja eternamente uma colônia agrícola, investirmos em biotecnologia para melhorar a produção e ser vendida lá, mas e ae, e de resto?

    Um bloco econômico tem suas vantagens, mas devemos ser competitivos para não tomarmos só ferro.
  9. Laharl Veterano

    Número de Mensagens:
    2,225
    Pontos de Troféu:
    122
    Não sou a favor, a ALCA contribuirá para a destruição do setor privado brasileiro, tendo em vista que os produtos do exterior são sempre taxados como melhores(que de fato é), isso gera uma concorrência desigual entre os produtos internos e externos, e vamos se ferrar xD
  10. Colt Malone Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    4,889
    Pontos de Troféu:
    204
    A favor.
    Para os capacitados, novas oportunidades, para os incapacitados, atropelamento.

    Se de um lado produtos americanos e canadenses seriam fortissima competição para similares nacionais, o baixo custo de mão de obra e matéria prima em certos países da AL (Brasil no meio) traria milhares de empregos que hoje estão nos EUA e Canada.


    Mas com a nossa história de Estadão inchado cheio de funcionário publico caro, dificilmente a ALCA vai ser implementada.
    O presidente brasileiro que tiver bagos de implementar a ALCA, vai ser o cara que vai enxugar 80% do Estado brasileiro, acabar com a putaria dos altos impostos pra sustentar serviço publico mal feito, acabar com estatal que desvia dinheiro pra partido filiado ao diretor nomeado, etc. Ou seja, vai ser O CARA. hehe
  11. RandyRhoads Ser evoluído

    Número de Mensagens:
    217
    Pontos de Troféu:
    21
    Olha não tenho uma opinião completamente formada.

    Mas o México com o Nafta melhorou muito sua situação, a renda per capita deles é maior que a nossa agora.

    O Chile também , assinou uma série de tratados de livre comércio com o EUA e sua ecônomia está crescendo bem.
  12. mig29gsxr Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    9,881
    Pontos de Troféu:
    369
    Sou a favor...
    Eliminando os impostos poderemos não apenas comprar produtos dos outros países, mas também maquinário para conseguir produtos de qualidade e competitividade.
    Só que p/ entrar na ALCA os países da América do Sul precisam fazer uma reforma tributária e como disse o amigo aí de cima, enxugar a máquina burocrática governamental.
    Assim, com menos impostos, tecnologia emprestada de outros países (via maquinário de melhor qualidade) e melhorias na educação (precisamos de profissionais competentes), poderíamos pelo menos chegar "lá".
    Custa tentar? Talvez, mas eu creio que do jeito que anda por aqui, pior não pode ficar. Fora que a longo prazo podemos acabar também com as barreiras de transição entre os países.
    A União Européia fez isso; emprestou e melhorou a situação dos países que estavam dispostos a entrar na UE, melhorando a situação geral do bloco e adquirindo um novo país para fazer parte do mesmo.
    Infelizmente, aqui estamos tratando com os EUA, que são a maior potência econômica mundial, e grande é a revolta do pessoal contra o país. Não que sejam santos, e a política atual do país (os republicanos no governo), é deveras imperialista. Mas eles ajudaram o Japão e a Alemanha a se reerguer depois da 2ª guerra e acho que com uma política democrata e cooperação entre os governos, podemos melhorar a situação das Américas em geral, afinal eles também dependerão de alimentos, álcool e biodiesel, e nós precisamos de tecnologia e know-how para crescer. Se as condições forem igualitárias, deve-se aderir sim.
  13. galati Ser evoluído

    Número de Mensagens:
    1,088
    Pontos de Troféu:
    31
    Ahhh...

    Não saberia argumentar, mas não quero esse troço de ALCA aqui não.

    Me parece que é só um meio de foderem conosco!!!! XD
  14. RoDriG0 Veterano

    Número de Mensagens:
    2,816
    Pontos de Troféu:
    149
    A questao eh q as condiçoes nao sao iqualitarias e sim absurdamente diferentes, na Europa so deu certo, pq o conceito deles eh bem diferente do ALca, a Europa quis quase fazer um Continente formado por países-estados confederados entre si com livre circulação e situaçao social e politica semelhante(uma verdadeira integração), com a Alca isso nunca vai acontecer, os EUA sempre vao querer distancia dos latinos, SEMPRE!! poe isso na cabeça, a ALca vai ser meramente uma maneira de fazer com q todos os paises americanos sejam dependentes dos EUA e nao precisa ser ideoligicamente contra a ALCA(como eu sou) pra falar isso, basta observar uma coisa, eh uma questao de logica apenas: os EUA sao a maior potencia a nivel mundial e os DEMAIS paises americanos sao o q?? Nada, no maximo potencias regionais, nao precisa ser muito inteligente pra perceber q os EUA vai detonar economicamente e tornar os demais paises dependentes no quesito q eles sao melhores, q sao no caso: Industrias, Serviços, Teconologia, know-how e etc, etc, no caso especifico do Brasil, poderiamos, e digo poderiamos ganhar(ate pq nao eh uma certeza, sei la), no quesito da agricultura... mas eh isso q queremos??? Nos tornamos um País agricola??
  15. Pack Man Supra-sumo

    Número de Mensagens:
    16,617
    Pontos de Troféu:
    196
    mais ou menos né.
    o aço brasileiro, o carro brasileiro e etc é muito mais barato que o americano.
    a américa latina é muito menos custosa que os EUA...

    Ocorre que aqui tem poucas industrias de alta tecnologia, mas se tivesse acredito que também seria mais barato.

    se as coisas fossem ajustadas e pesadas de forma justa, seria uma ótima. Mas nunca é e se eles mantem as proteções governamentais fica ainda pior...
  16. mig29gsxr Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    9,881
    Pontos de Troféu:
    369
    Sua opinião. Você está se baseando na impressão que a mídia brasileira tem da ALCA.
    Na verdade ninguém nunca vai ter certeza se vai ser bom ou ruim se não tentar. Eu acho que existem fatores em que vale a pena seguir em frente.
    Além disso o Canadá e o México estão com a economia muito superior a do Brasil, e eles são parceiros dos EUA.
    E qto a agricultura, eu acho que o Brasil pode se utilizar das tecnologias para produzir alimentos de maior valor agregado...
    Não gostei da parte sobre "por isso na cabeça"... As opiniões são diferentes e eu entendo as coisas da forma como eu creio nelas, de acordo com a minha experiência... A minha visão dos EUA é bem diferente da sua. Lógico eles não são os salvadores do mundo, mas através dos tempos, vários países foram potências mundiais, e de qualquer forma, sempre haverá essa visão de que o país é imperialista pq domina as relações comerciais. Infelizmente nunca ouvi falar em igualdade entre países neste aspecto, e não creio que se fossem os EUA, a Alemanha, o Japão, a China o país mais desenvolvido, ia mudar a forma como pensamos do país mais desenvolvido.
  17. RoDriG0 Veterano

    Número de Mensagens:
    2,816
    Pontos de Troféu:
    149
    Vai pro Mexico entao, pra tu ver o quao superiores eles sao, eu falo isso por experiencia propria, aquilo ali eh quase um Paraguay em relaçao aos EUA, o Canada eh uma mera extensao economica americana, eh natural q EUA e Canada tenha esse pacto economico. A minha visão dos EUA nao eh nem de vilão e nem de heroi, eh apenas de uma Potencia Mundial como qualquer outra seria, e como qualquer Potencia Mundial a tendencia eh dominar. Eu te digo uma coisa, com esse Alca, além de td q eu tinha falado antes, vai ocorrer espontaneamente tb a dolarização da moeda nos demais países da Alca e isso tb eh algo q agrada e muito aos EUA, nos torna mais dependentes. So pra completar, eu nao tenho nenhuma visao malefica dos EUA, mas como qualquer País q virou Potencia, a tendencia eh monopolizar, a ALCA seria apenas uma forma disso ocorrer com a nossa autorização explicita. Tu fala q eu tenho uma visao criada pela midia, eu digo q tu tens uma visao ingenua da coisa.
  18. mig29gsxr Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    9,881
    Pontos de Troféu:
    369
    Minha visão não é a da mídia, é a visão geral de todos os meus professores da área de comércio exterior (Eu faço Administração com ênfase em Comércio Exterior).
    Os EUA não tem interesse em dolarizar as outras economias, pq com moedas mais fracas, ele pode importar mais barato vários produtos dos outros países.
    Veja que quando o dólar está fraco em relação ao real, todo exportador enche o saco do governo p/ ele forçar uma política econômica de juros mais baixos e real desvalorizado, para eles venderem mais ao mercado externo. Quando inverte-se a situação (similar à atual), o produto brasileiro fica mais caro ao mercado externo, e ninguém quer comprar.
    Eu não queria falar do meu curso pq aí vc pode dizer que estou puxando sardinha p/ a minha área, pois bem... com isso podemos melhorar a situação das empresas no Brasil, aumentar o nível de emprego nas áreas de logística e exportação...
    Um dos problemas da ALCA é que reclamam que os EUA dão mto subsídio ao produtor interno, então nossos produtos de menor valor agregado (principalmente o álcool) acabam ficando mais caros que o álcool de milho americano (que é bem mais custoso e difícil de extrair).
    Mas o governo deles não está errado... aqui tem grana p/ tais subsídios também, e o país quer atingir competitividade, eles pensam no lado deles também... se o produtor deles quebra, isso prejudica outros setores da economia dos EUA. Errado é aqui, que o governo tem grana p/ financiar a safra do produtor, mas preferem dividir o dinheiro como fatias de bolo.
  19. RoDriG0 Veterano

    Número de Mensagens:
    2,816
    Pontos de Troféu:
    149
    Nao eh intençao, mas agradaria e muito os EUA a dolarização q eu falei q ocorreria espontaneamente, assim como no Paraguay se usa muito e normalmente a nota de real, nos Países americanos vai se usar bastante e normalmente o dollar, os EUA querem isso, pq o dollar esta perdendo poder em face do euro, nao estou dizendo q os países latinos vao adotar o dollar, estou dizendo q ele sera muito, mas muito mais usado do q eh hoje, mas esses mesmos países vao continuar com as suas moedas desvalorizadas em relaçao ao dollar como oficial. Nao sou expert na area, mas quando tu subsidia alguma coisa, tu cria dependencia, eu acho q o Governo brasileiro tem q dar a oportunidade, subsidiar sao outros quinhentos, nao eh bom criar dependencia, ainda mais no Brasil, q pra mim ja iria virar putaria e iria ser td mundo querendo ser subsidiado, e quem eh subsidiado, acaba "esquecendo" de investir, em se modernizar e etc, isso eh fato, e ja vi reportagem sobre isso. Ao inves de subsidiar(e gastar mais alguns bilhoes por isso), tem q pegar esse dinheiro e investir em INFRA-ESTRUTURA, o produtor brasileiro sofre e reclama muito mais por causa disso do que pelos subsidios(q pra mim eh mamata, e os produtores sao nao reclamam disso, pq nao sabem bem o q eh isso, ainda bem!!!). Tu falou q era estudante de Administração com ênfase em Comércio Exterior, e citou o Mexico, entao tu deve saber q esse mesmo País, em niveis de importaçao e exportaçao eh completamente dependente dos EUA, dai eu te pergunto, isso eh bom?? Pq tu acha q com o Brasil e outros Países latino-americanos iria ser diferente??? EU prefiro e muito mais a gente ficar aqui nesse bloco(Mercosul) e ganhar força aderindo novos Países latinos, como a Venezuela, pelo menos no Mercosul o Brasil se garante, na ALca nao, iriamos ser dependentes, eh questao de logica apenas, eh a mesma coisa q(vou dar um exemplo tosco), um grande supermercado se instalar na frente de um mercadinho, quem vai conseguir oferecer melhores produtos e melhores preços??
  20. ~L~ Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    18,647
    Pontos de Troféu:
    362
    Bem
    Vou explicar por que sou contra:

    O Brasil com a ALCA vai depender mais ainda dos EUA.

    Esse é a unica coisa que me incomoda.
    E economicamente o Brasil vai muito bem! Temos que mudar nosso lado SOCIAL e nao a Economia, no qual estamos muito bem :], e creio que a ALCA não ajudará nisso.
  21. RoDriG0 Veterano

    Número de Mensagens:
    2,816
    Pontos de Troféu:
    149
    Assinar a Alca pra mim, eh virar as costas pro Mundo, eh a mesma coisa q dizer: Nao queremos negociar mais com ninguem, apenas com os Paises Americanos(lê-se: EUA), iriamos portanto negar qualquer investimento europeu, asiatico(China + Japao), etc, pq quem iria poder competir com os EUA(nao pagando quase nada de impostos por ser da Alca) pagando impostos abusivos(por nao ser da Alca).
  22. mig29gsxr Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    9,881
    Pontos de Troféu:
    369
    O México é dependente dos EUA nas importações e exportações, e também economicamente, mas desde 1998 vem superando o Brasil em crescimento econômico. Ataques como 11/09 nos EUA afetaram também o otimismo do mercado mexicano, mas creio que é melhor enfrentar isso do que ter seus parques industriais na América do Sul ameaçados de apropriação como no caso da Bolívia.
    Aqui já existem grandes redes de supermercados e multinacionais, acabar com tarifas de importação não vai trazer mudanças previsíveis como essa suposição do "fim do mercadinho". O que pode (e acho que até iria acontecer) é você encontrar mais produtos importados na prateleira dos mercadinhos daqui, e mais produtos nossos lá.
    Quanto aos subsídios, eles são apenas um impulso na produção, e com o resultante disso, o produtor se compromete a investir na infra-estrutura, para ter competividade. Não adianta você fazer um silo que armazena 50 toneladas de grão para o produtor se ele não consegue plantar o suficiente p/ mais que 60 sacos por ano.
  23. RoDriG0 Veterano

    Número de Mensagens:
    2,816
    Pontos de Troféu:
    149

    Cara, eu ja respondi esse texto, basta ler os topicos anteriores. O do Mercadinho cara foi um exemplo tosco, tipo, da mesma forma q o Brasil nao iria conseguir competir com os EUA, seria como um mercadinho competir com uma Grande Rede de Supermercados, tu nao entendeu isso e interpretou de outra maneira bem diferente.
  24. mig29gsxr Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    9,881
    Pontos de Troféu:
    369
    Agora entendi, mas de qualquer forma, não vejo isso competição... Eles vendem o que eles tem de melhor p/ gente, e a gente vende o q temos de melhor p/ eles. P/ mim isso é mutualismo... pode ser que eles se beneficiem mais disso do que nós, mas acho que prejudicar é outra coisa... é como se eles pegassem o que tem de melhor aqui e não dessem nada em troca. A queda das barreiras alfandegárias deve ser mútua.
  25. ~L~ Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    18,647
    Pontos de Troféu:
    362
    e nosso comércio com a asia/europa onde fica?
  26. RoDriG0 Veterano

    Número de Mensagens:
    2,816
    Pontos de Troféu:
    149
    Pois eh! oo foda eh isso! eu tb ja falei sobre isso num topico, o q os EUA tem de melhor, eh em relaçao aos produtos, tecnologia, serviços, industrias, etc(em relaçao a quase td!) e isso vai nos fazer enfraquecer nessas areas, o q vai nos restar?? O Agro-negocio?? Mas eh isso q queremos??? Imagina o Habib's, eh uma das nossa melhores no ramo fast food, o q vai acontecer com a Alca eh pelos EUA serem os gigantes de area do fast food, eh detonar o habib's, q vai ter 2 opçoes, ou se vende ou fecha as portas, isso eh um exemplo so, desse mutualismo q pra mim ta muito mais pra "predatorismo".
  27. Wyvern_ Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    11,576
    Pontos de Troféu:
    484
    Bom faz tempo que não leio nada relacionado a isso, mais eu lembro que um dos grandes motivos ao qual os paises daqui não assinavam (principalmente o Brasil) era o seguinte: tarifas zero para produtos de todos os paises da America, mais para os mesmos produtos entrarem nos EUA, haveria somente uma redução das tarifas, eles não queriam diminuir o lado deles...

    De qualquer forma, eu prefiro que não seja criado. Essa de "não saberemos se não tentar" ou "não dara para saber se não for criado" é um risco grande demais para correr...

    E outra, sem o Brasil a Alca não vai pra frente... ao menos não como os EUA gostaria...

    Mais ao mesmo tempo, se todos assinam e o Brasil fica de fora... phoda isso...
  28. mig29gsxr Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    9,881
    Pontos de Troféu:
    369
    Eu acho que esse seria o próximo passo... pq se ficar só nos acordos bilaterais vai demorar muito p/ termos relações comerciais mais estáveis...
    Agora no princípio eu acho que o negócio ir expandindo geograficamente, como hoje temos a ALADI (que está mais encaminhada que o MERCOSUL, e engloba praticamente os mesmos países), a ALCA... E aí partir p/ acordos com o bloco econômico da UE e da ASEAN.

    Figura das organizações políticas p/ ter uma idéia.

    [IMG]

    Se eu achar as econômicas eu coloco aqui.

    Já China e Liga Árabe vai ser meio complicado a curto prazo (menos de 10 anos)...
    A China tem condições de trabalho e política socialista que a colocam em uma situação muito diferente em relação à competitividade de produtos, e a Liga Árabe tem fatores culturais muito peculiares, eu não creio que aceitariam a queda das barreiras. O interessante, nesse caso, seria negociar barreiras mais brandas (menos taxas) com cada grupo econômico.
  29. ~L~ Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    18,647
    Pontos de Troféu:
    362

    de fato!

    anyway

    A ALCA deveria ser que nem a UE, com moeda única e etc...
    Talvez assim pudesse der certo :]
  30. FlameR Veterano

    Número de Mensagens:
    2,706
    Pontos de Troféu:
    144
    ALCA???

    AAAAAAAALCARALHO! [kong]
    :lol
  31. mig29gsxr Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    9,881
    Pontos de Troféu:
    369
    McDonalds, Burger King, Starbucks, estão todas aí já. E o Habibs não deixou de crescer por causa disso.
    Estamos falando de queda de barreiras alfandegárias... pq as multinacionais já estão aqui há muito tempo.

    A redução das tarifas seria gradual para ambos os lados, até a diminuição geral de todas as tarifas relevantes. Digo isso pois alguns produtos não entrariam no acordo por princípios políticos. Ex. EUA não venderiam armas para as FARC da Colômbia, logo não haveria esse tipo de comércio com Colômbia, Venezuela e Bolívia.
    Quanto aos produtos liberados, não haveria problemas. Essa estória de que os EUA só querem ver o lado deles é propaganda dos opositores da ALCA; na verdade todos os países querem ver os seus lados; o Brasil só tem a se beneficiar dessa redução de Imposto de Importação.

    Aliás esse é outro ponto p/ se relembrar.
    Muita gente aqui no fórum reclama que o imposto de importação é alto; puro e seco, sem tabelas e reduções de acordos comerciais, mais a incidência de IPI, ICMS, PIS/CONFINS, as tarifas chegam a cerca de 56% do valor final em reais do produto (não é aquela regra simplificada que a receita aplica nos video games que compramos do exterior, acho que é 60%). Se só a tarifa de importação não fosse aplicada, estaríamos pagando ainda uns 26% de imposto, sendo PIS/COFINS e IPI p/ o governo federal e ICMS p/ o estadual.
    Ou seja, se a ALCA existisse, teríamos aí PS3, PSP, 360 e outros videogames bem mais barato... é cálculo por dentro, e eu não sei te dar um valor exato, mas o 360 hoje, creio que de 2499,00, estaria por aqui por uns 1649,00 reais, na pior das hipóteses.

Compartilhe essa página