~Geração~ PS3 - Reflexão

Discussão em 'Consoles & Jogos - Discussão geral' iniciada por Sephrothmon, 23 Maio 2012.


  1. Ed Moderador

    Número de Mensagens:
    18,650
    Pontos de Troféu:
    474
    haha, lembro que alguns jogos, no final dos créditos, nos agradecimentos tinha um "... and you.".
    Marshall Law e Odisseus curtiram isto.
  2. High_Voltage Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    16,452
    Pontos de Troféu:
    529
    Primeiro, Cisne Negro metido a intelectual? :klolz
    Mas não é que a gente acha que precisa gostar de jogos "estranhos" e diferentes, é que quando vc passou sua vida inteira jogando videogame quase todos os dias é normal buscar experiências diferentes do que vc está acostumado. Não é que os outros jogos mais comuns sejam ruins, mas eles não oferecem nada de diferente do que vc já experienciou nos últimos anos.

    É mais fácil tirarem o gameplay e deixarem só as cutscenes do que o contrário :klolz
  3. The Janitor Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    1,075
    Pontos de Troféu:
    204
    é reflexo do excesso e velocidade de informação hj em dia, e eu mesmo, que na época de muleque fazia os trocentos finais de chrono trigger, agora que manjo ingles e tudo mais, não tenho paciência pra ver cut scenes nem jogar no hard mais, salvo exceções em que a historia é muito boa, ultimo jogo que li tudo sem pular foi o bioshock infinite
    Pingu77 aprova isto.
  4. Darthmassacre Veterano

    Número de Mensagens:
    884
    Pontos de Troféu:
    134
    dá um battletoads pra essa molecada de hj pra ver se terminam de boa..
  5. Noturnos197 Supra-sumo

    Número de Mensagens:
    1,789
    Pontos de Troféu:
    154
    tenho muitos amigos que quando pequenos jogavam videogame e hoje em dia n querem nem saber mais, teu sobrinho é um desses, simples assim.
    Fabricio Figueredo aprova isto.
  6. ludex Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    5,418
    Pontos de Troféu:
    319

    Cara, querer resumir os jogos a ir do ponto A ao B é uma ótima forma pra denegrir o jogo. Zelda é o que? Portal 2 é o que? Do jeito que tu fala, ae seria mostrando o novo mal, que é a idéia de que jogos tem que ser open-world, senao é "corredor ponto a ao b filminho pew pew pew".

    Eu nao tenho nada contra os jogos que tu citou (tirando esse Zelda em específico, me decepcionou muito), mas vejo que tao cada vez mais levando a sério essa relaçao de que "se o jogo é linear, entao é ruim". Isso praticamente faz com que 99% dos jogos de antigamente que nao fossem RPGs sejam considerados lixo também.

    The Last of Us pra mim se destaca muito pela história, subiram MUITO o nível nesse jogo, percebi que foi um dos poucos jogos que realmente me surpreenderam pela dimensao da história. Como isso nao é necessariamente o que te atrai ou atrai pessoas em um jogo do estilo, normal isso. O próprio sobrinho do cara que criou o topico provavelmente nao ia gostar muito também, já que ia pular a história. Tudo bem, enquanto tiverem jogos VARIADOS, melhor pra todo mundo.

    Ou entao que façam tudo igual Dark Souls, pra sempre.
    Fabricio Figueredo aprova isto.
  7. High_Voltage Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    16,452
    Pontos de Troféu:
    529
    Mas o primo dele joga, não entendi a relação.
  8. Noturnos197 Supra-sumo

    Número de Mensagens:
    1,789
    Pontos de Troféu:
    154
    o sobrinho dele tem 13 anos, quando tiver 18-20 já n deve estar jogando mais.
    é como eu falei, tive muitos amigos que jogavam quando mais novos, hj em dia eles estão com 25-26 anos e n querem mais saber disso, eu tenho 26 jogo e acompanho noticias de games, quem vc acha que fechava Chrono Trigger vendo todos os finais? Eu. O resto so queria saber de jogar Fifa, ou então colocava tudo no Easy...
    kill52 aprova isto.
  9. Sephrothmon Moderador Rainha

    Número de Mensagens:
    29,065
    Pontos de Troféu:
    664
    Boa coveiragem. De lá pra cá eu andei observando ele e realmente ele largou um pouco os jogos porque começou a ~namorar~ (com 14 anos hue, com 14 anos eu brigava no colégio por causa de pokemon).

    Essa semana ele pegou The last of us emprestado e terminou em um dia, no easy, pra variar.

    Meu problema nem é esse, mas tipo, pra quer só jogar um jogo de corredor e NEM VER AS FUCKING CUTSCENES, ele pulou tudo e não viu o final, isso me deixa indignado, porque apesar de tudo, a historia de The Last of Us é muito boa. Tipo, olha a quantidade de conteudo que ele perde na vida.
    ptsousa, -Jag-, bsony e 1 outra pessoa curtiu isto.
  10. Marshall Law Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    1,037
    Pontos de Troféu:
    209
    O problema, como alguns já disseram aí, é realmente esse lance da capacidade de concentração. Se algo demandar mais de cinco minutos da atenção do jovem, papimpum, já era; foi fazer outra coisa. Ninguém fica quebrando cabeça quando dá pra descobrir a resposta na internet ou ir fazer outra coisa.

    Eu não gosto de ser esse tipo de pessoa que fica dizendo "no meu tempo não era assim", mas essa é uma mudança evidente na atual geração. Não é só em relação a games isso, é com tudo. Se não me engano tem estudos que já apontam esses resultados.
    Tudo relacionado com a velocidade e acessibilidade da informação hoje em dia.


    A Capcom era das que mais fazia isso. Adorava ver isso no Marvel vs. Capcom.
    ptsousa e Odisseus curtiram isto.
  11. Odisseus Habitué da casa

    Número de Mensagens:
    261
    Pontos de Troféu:
    78

    Sim nessa epoca a capcom nos respeitava como consumidores, hj em dia .....:facepalm
    Marshall Law aprova isto.
  12. DocVooDoo Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    17,110
    Pontos de Troféu:
    529
    Qual a idade dele, só para saber? Assim, quando Master e Nes chegaram, por volta de 1990 eu tinha 13 anos ainda, e nessa idade ainda ralava para conseguir terminar alguns jogos. Super Mario 3 levei alguns meses, e procurava revista com dicas para ajudar. Então eu imagino que se para mim, com 13 anos já era difícil, para quem é mais novo as vezes pode ser até mais complicado. Minha sobrinha de 8 anos gosta de God of War, e apesar de passar as partes mais tranquilas, não tem ainda maturidade para fazer coisas um pouco mais complexas como um combo. Então não posso querer que ela termine Super Mario 3 sendo que nem eu mesmo com 13 anos tive facilidade.

    Ai quanto abandonar o jogo, temos q ver o seguinte tb. Na minha época de adolescente (e acredito que a sua tb), onde eu morava no interior, acesso a jogos era muito difícil. Não tínhamos a oferta de jogos que temos hoje. No início da década de 90, conseguir um jogo de lançamento, significava esperar as vezes de 6 meses a 1 ano até alguém conseguir o jogo. Hoje não. Hoje é tudo fácil. Vc consegue um jogo praticamente horas depois do lançamento se pega-lo digitalmente.
    Antigamente não tinha como, a gente tinha q se virar com os jogos que tinha. Não dava para abandonar um jogo do nada para pegar outro, pq não tínhamos a oferta de jogos que temos hoje. Mas hoje se vc não curtir o jogo, vc pode descartar e correr atrás de outro. Então acho q tem muito disso tb. O cara que não gosta do jogo pode abandonar para pegar outro. Antigamente pela falta de jogos, as vezes vc terminava na marra mesmo.

    Então eu dou um pouco de desconto para a meninada neste sentido mesmo.
    galvã0 aprova isto.
  13. Ice_Breaker Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    23,733
    Pontos de Troféu:
    549
    Hoje mesmo tava vendo um gameplay de um cara, nem era um moleque, jogando o TR Definitive.
    O cara entrou numa tumba que tava CHEIA daqueles panos brancos que, quem jogou TR, sabe que significa "ME QUEIME POR FAVOR!!". Ainda por cima tinham várias lanternas no chão e várias lanternas daquelas penduradas que tem que acertar com a flecha. O cara ficou uns 5 minutos olhando pra tudo que é lado, sem saber o que fazer. Puta que pariu. Ainda por cima, depois de todo esse tempo, ele usou o Instinto pra ver o que tinha que fazer, os bagulhos FICARAM BRILHANDO NA CARA DO IMBECIL e mesmo assim ele ainda não sabia o que fazer! :kgrr

    As pessoas estão ficando muito burras, é por isso que as empresas fazem jogos pra burros, infelizmente. Do nosso ponto de vista, isso é uma merda. Mas do ponto de vista deles, não tem pra onde fugir. Se n.ao emburrecerem os jogos, as pessoas não compram. Se fossemos nós no lugar deles, faríamos o mesmo.

    Mas fico imaginando um cara desses só jogando os primeiros minutos de TR IV, com aquela fase labirintosa pra caralho e sem nenhum brilho ou setinha pra mostrar o que fazer ou onde ir...
    ptsousa aprova isto.
  14. Berserk. Supra-sumo

    Número de Mensagens:
    2,103
    Pontos de Troféu:
    193
    É a era da leiteperisse que está tomando conta do nosso mundo...

    [IMG]
  15. LeoshevBR Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    33,282
    Pontos de Troféu:
    964

    Oxe, mas hoje mais do que nunca as cenas estão ai pra serem apreciadas.
    Muito jogo ta chegando como superprodução hollywoodiana. Não creio que isso vá acontecer.
  16. DocVooDoo Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    17,110
    Pontos de Troféu:
    529
    Pois é, ainda bem que essa é uma tendência boa do mercado. Ao contrário de muita gente q critica o jogo cheio de cutscenes, até que curto muito, seja ela em CG ou próprio ingame. Só comentei porque vai q no futuro algum maluco fale "ué, não colocamos cutscenes porque a maioria dos jogadores não assiste mesmo". Isso me deixaria frustrado.
    Fabricio Figueredo aprova isto.
  17. Fabricio Figueredo Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    4,548
    Pontos de Troféu:
    293
    Penso mesmo.Eu ficava/fico puto quando zerava um jogo de mega/snes e afins e só tinha uma ceninha boba e os créditos.Quando eu zerei Street Fighter 2 pela 1ª vez e via o Ryu dando Shoryuken na cachoeira, chorei de emoção, pois foi o 1º zeramento que preste que vi na vida.
  18. Rodrigo Zé do Cx Jr Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    8,643
    Pontos de Troféu:
    399
    Caras, estamos ficando velhos, não adianta.
    Eu, pelo menos, to ficando (30tão aqui, mas com carinha de 28 :ksafado)

    Até um tempo atrás postei algo sobre:

    http://forum.outerspace.terra.com.b...tamos-ficando-velhos-retrospace.179196/page-3





    A forma de jogar vídeo game mudou radicalmente.
    Em parte pela revolução dos consoles e jogos em si, outra, por uma questão de comportamento.

    Na época dos 8 BITS e parte dos 16 não existia save, acabar um jogo era uma missão interplanetária. Hoje ta mais fácil, ainda que os games estajam bem mais complexos. Logo, a recompensa por finalizar um game era muito maior nas antigas.

    Sem contar que hoje em dia, com todo o aparato internético que temos, nem precisamos finalizar um jogo pra ver um final. Aliás, nem precisamos jogar, o YT ta aí pra isso, inclusive pra analisarem jogos sem ter jogado :kdiabo
  19. bsony Supra-sumo

    Número de Mensagens:
    2,030
    Pontos de Troféu:
    183

    Haha lembrei da minha primeira suspensão na escola, Pokemon Yellow causava altas tretas. xDDDDDDDDDD
  20. THE_PLAYER Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    24,119
    Pontos de Troféu:
    559
    É, como pai estou fazendo o possível para meus filhos não serem tão leite com pêra quando o assunto for jogos. Recentemente zerei com o meu mais velho um Star Wars da série LEGO coletando TUDO. Eu incentivava ele a procurar as coisas pela fase, ter paciência pra juntar Studs e comprar novos personagens etc e tal. Orgulho do papai...
  21. The Overtaker Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    29,632
    Pontos de Troféu:
    604
    Cisne Negro é um filme metido a intelectual...
    Essa OS é demais.
    Sephrothmon aprova isto.
  22. Fabricio Figueredo Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    4,548
    Pontos de Troféu:
    293
    Caramba, pelo trailer que vi jurava que era meio porn lesbian, agora passou a vontade de ve-lo:ksnif
  23. bsony Supra-sumo

    Número de Mensagens:
    2,030
    Pontos de Troféu:
    183

    Muito boa sua atitude! Lembro do meu Pai jogando Spyro the Dragon e Final Fantasy comigo no PS1, no Final Fantasy a cada reclamação de wildencounter era um tapa na orelha. xD
    ptsousa e THE_PLAYER curtiram isto.
  24. LeoshevBR Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    33,282
    Pontos de Troféu:
    964


    Eu fico puto até hoje que os jogos de luta só aparecem aqueles finais em tiras ou imagens estáticas.
    Fico muito puto mesmo.

    Se a franquia tem história e personagens trabalhados ao longo do tempo, custa colocar uns videos bacanas?
    Tu não tem motivação nenhuma pra zerar a porra dos fighting games só com esses finais idiotas.
    Fabricio Figueredo aprova isto.
  25. The Overtaker Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    29,632
    Pontos de Troféu:
    604

    Filmaço aço aço aço ...
  26. rogermaximal Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    15,331
    Pontos de Troféu:
    499
    Vou repetir: Video Game hoje é brinquedo de marmanjo!

    Essa molecada não quer saber mais disso. Eles são muito acelerados mesmo. Eu fico impressionado com tamanha a velocidade com que eu vejo a molecada digitando textos em seus celulares (mal posso ver seus movimentos)!

    Pode ver, hoje se tem uma galerinha reunida, pode ter certeza que estarão todos de cabeças curvadas sem prestar atenção ao redor presos naquele mundinho da telinha de 3.5 polegadas.

    Meu filho de 10 meses mesmo, terei alguma sorte se um dia ele pedir um Playstation pra mim.

    Poder ver naquele "Bom dia & Cia" do SBT! Na roleta lá tem: Playstation 3, Computador, 1000 reais, tablet...

    Juro....fico abismado! A escolha da molecada sempre é tablet ou 1000 reais!! E quando a roleta cai num "patins", até os apresentadores ficam sem graça!!

    Os tempos mudaram meus amigos.

    E eu ainda vou chegar no final de Battletoads, nem que seja meu último suspiro de vida nesse planeta!!
    -Jag- aprova isto.
  27. Fabricio Figueredo Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    4,548
    Pontos de Troféu:
    293
    Cena que levou o oscar:

  28. The Overtaker Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    29,632
    Pontos de Troféu:
    604
    Cenas não levam Oscar.
    Fikdik.


    Mas falando sério, você sabe realmente o que está acontecendo nessa cena?
    Quem acha que é uma cena de lesbianismo não entendeu o filme.
  29. Fabricio Figueredo Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    4,548
    Pontos de Troféu:
    293
    Não vi o filme, por isto estou zuando. Fikdik

    PS: Mas irei ver quando puder.
  30. The Overtaker Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    29,632
    Pontos de Troféu:
    604

    EU NÃO ESTOU NERVOSO, PORRA!






















    Talvez tenha soado estranho, mas falei numa boa.
    Perdão.
  31. DocVooDoo Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    17,110
    Pontos de Troféu:
    529
    Exatamente por isso que desanimei em comprar Marvel Vs. Capcom 3.
    A Capcom podia ter colocado um puta modo história no jogo, desenvolvido um pouco mais o tema e tal igual os finais de Street Fighter IV, ficaria muito bacana, mas no fim ficou aquele jogo com história superficial.
    Não precisava ter um super mega final, mas caprichasse mais.
  32. Fabricio Figueredo Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    4,548
    Pontos de Troféu:
    293
    Eu sei, mas pela forma que você disse me sentir um tarado, por ver duas belas gatas se beijando e eu achar que era uma cena porn lesbian. Desculpe minha ignorância acerca do filme.
  33. The Overtaker Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    29,632
    Pontos de Troféu:
    604

    Bom, mas tarado eu acho mesmo que você é.














    :coolface
    Fabricio Figueredo aprova isto.
  34. Thiago_Bandicoot Habitué da casa

    Número de Mensagens:
    255
    Pontos de Troféu:
    58
    Não acho que tem relação direta com os video-games. Adolescentes hoje em dia parece quem não se importam com nada. Tenho uns primos adolescentes que se levarem um soco na cara vão falar "aahhh............ legal..........". Como que um zumbi vai se importar com alguma coisa?
  35. The Overtaker Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    29,632
    Pontos de Troféu:
    604

    Menos mal, porque na verdade a maioria dos jovens de hoje, se levam um soco na cara, sacam uma arma e matam o caboclo, iniciando uma guerra entre facções na vizinhança.

Compartilhe essa página