Origem das armas de fogo + Armas antigas + Armas Atuais + Info + Videos + fotos+ WWII

Discussão em 'Vale Tudo' iniciada por shiftypoa, 26 Outubro 2008.


  1. shiftypoa Veterano

    Número de Mensagens:
    10,448
    Pontos de Troféu:
    146
    Ae galera, esse tópico virou uma espécie de biblioteca virtual de armamento, e esse tópico está correndo por ai na Internet, já vi ele copiado em varios lugares, podem continuar a fazer pedidos, que dentro do possivel eu atendo, e podem usar esse cantinho aqui para fazer perguntas, ou qq outra coisa relacionada a armento


    Qual é a origem das armas de fogo?


    As primeiras delas, ainda improvisadas, provavelmente surgiram na China logo após a invenção da pólvora, no século IX. Em tubos de bambu, essa mistura de salitre, enxofre e carvão vegetal que explode em contato com o fogo era usada para atirar pedras. Os árabes aperfeiçoaram o invento no século XIII, quando os canhões passaram a ser feitos de madeira e reforçados com cintas de ferro. Mas a contribuição decisiva veio no século XIV, quando surgiram os primeiros canhões de bronze, mais seguros. "O canhão abre caminho para a evolução tanto do armamento pesado quanto do individual", diz o historiador João Fábio Bertonha, da Universidade Estadual de Maringá, Paraná. As primeiras armas de fogo portáteis aparecem no século XV. "É uma verdadeira revolução: os soldados ganham outra importância e as táticas de guerra mudam completamente", afirma João Fábio. A primeira arma individual amplamente usada em batalhas é o mosquete, criado no século XVI. Mas a invenção é lenta e tem péssima pontaria.
    No século seguinte, com o fuzil de pederneira, a pontaria melhora, mas muitos disparos falham e o soldado ainda precisa abastecer manualmente a arma com a pólvora e o projétil. No século XIX, a criação dos cartuchos e dos mecanismos de carregamento pela culatra tornou as armas mais confiáveis e impulsionou de vez a tecnologia bélica. O ponto culminante foi a automação, com a invenção da metralhadora em 1884. Para completar, os modelos de submetralhadoras, fuzis de assalto e pistolas automáticas do final do século XX tornaram infinitamente mais preciso - e perigoso - o poder de destruição das armas.
    Bang! Bang!

    Evolução dos armamentos começa na Idade Média e deslancha na Era Moderna

    SÉCULO XIII
    Os primeiros canhões eram dispositivos rudimentares, feitos de madeira e reforçados com cintas de ferro. Um século depois, apareceram os modelos de metal fundido, mais seguros, que mudaram a história das guerras
    SÉCULO XVI
    A primeira arma de fogo portátil, o mosquete, era muito pesada (10 quilos) e difícil de recarregar: o soldado precisava introduzir o pavio e a bala pela boca do cano. Como a operação demorava alguns minutos, depois do primeiro tiro era muito mais fácil usar a espada. Mas a pistola não demorou a ser inventada, a partir de um mosquete reduzido. Ela passou, então, a ser usada nas guerras, como arma reserva, o último recurso de defesa em situações de emergência
    SÉCULO XVII
    O fuzil de pederneira aposentou definitivamente o mosquete, pois tinha alcance muito maior e pontaria bem mais precisa. Com ele, um soldado bem treinado conseguia atirar duas ou três vezes por minuto - mas ainda precisava carregar pólvora e balas em um saquinho
    SÉCULO XVIII
    O fuzil de retrocarga tornou o recarregamento muito mais rápido e seguro: pela culatra (a traseira da arma), colocava-se um cartucho que já unia bala e pólvora num único dispositivo. Assim, passou a ser possível disparar até sete tiros por minuto
    SÉCULO XIX
    O revólver, patenteado em 1835 pelo americano Samuel Colt, introduziu o tambor giratório, capaz de disparar vários tiros apenas pressionando o gatilho seguidamente. Os calibres .38 e .45 foram adotados pelos exércitos no começo do século XX - mas, uma década depois já eram substituídos pelas pistolas automáticas
    A metralhadora, inventada pelo inglês Hiram Maxim em 1884, trouxe outra grande vantagem: a saraivada rápida e automática enquanto o gatilho permanecer pressionado. Da Primeira Guerra Mundial em diante foi adotada por todos os exércitos
    SÉCULO XX
    O fuzil de assalto pode tanto funcionar automaticamente quanto disparar rajadas de três tiros a cada aperto no gatilho. Hoje, é a arma de infantaria mais usada pelos exércitos. Os mais comuns são o Colt M 16 (americano) e o Kalashnikov AK 47 (russo): há quase 50 milhões deles no mundo
    A submetralhadora, ou metralhadora de mão, se popularizou na Segunda Guerra Mundial, por ser muito mais eficiente para tiros à queima-roupa até 150 metros de distância. As mais modernas, como a famosa Uzi israelense, disparam até 600 tiros por minuto. As primeiras pistolas automáticas já haviam surgido no final do século XIX, mas só emplacaram em modelos muito mais modernos, como a Beretta M9. Criadas na década de 80, essas armas têm capacidade para saraivadas de 15 tiros

    =======================================================

    Mosquete

    Arma introduzida mais para o final do século XVI, em função da prática adotada por alguns cavaleiros, de usar uma armadura reforçada, capaz de resistir ao disparo de um arcabuz. Tinha um calibre mais reforçado, sendo portanto mais pesada que o arcabuz - chegando a pesar 11 kg, com calibre de até 24 mm e um alcance de cerca de 220 metros (apesar de a possibilidade de se acertar um alvo a essa distância ser muito pequena). Para poder ser disparada, era usada com uma forquilha.

    [IMG]
    Mosqueteiro sendo atacado por cavalaria pesada, séc. XVI. No campo de batalha, a lenta cadência de fogo da arma fazia com que tal conflito favorecesse a cavalaria.



    [IMG]
    Mosqueteiro. De Gheyn, 1607.

    [youtube]GjIKm6o-v6c[/youtube]

    [youtube]IavZpVzGdqk[/youtube]


    Pistola Colt .45 ACP


    Confiabilidade, resistência, potência e a facilidade de desmonte para a sua manutenção, eram as maiores vantagens apresentadas para a preferência pela Colt .45. Era a pistola oficial das forças armadas dos Estados Unidos. O seu excelente desempenho contribuiu para que fosse utilizada pela maior parte das forças armadas do mundo inteiro.

    [IMG]
    Pistola Colt .45 ACP
    [IMG]
    Pistola Colt .45 ACP desmontada
    [IMG]
    Carregador com a munição


    FICHA TÉCNICA - Pistola Colt .45 ACP

    Alcance máximo 1.800 m
    Alcance útil (eficaz) 70 m (máximo: 230 m)
    Calibre 0,45 pol (11,43 mm)
    Capacidade de munição 7 + 1 cartuchos
    Peso (sem carregador e munição)
    1.090 g
    Peso total da pistola municiada 1.308 g


    [youtube]uFcONmc1Ek0[/youtube]









    Pistola Beretta 9mm (Usada e aprovada por mim:rox)

    calibre: 9 mm Parabelum
    Peso c/carregador vazio: 0,950 Kg (aproximadamente)
    Tipo: de porte
    Emprego: Individual
    Funcionamento: Semi-automático
    Capacidade do carregador: 15 tiros

    [IMG]

    [youtube]D7vPneAqoLg[/youtube]




    Ar-15 e M16
    [IMG]
    DESCRIÇÃO
    Poucas armas foram tão expostas na mídia com a força que se viu com o nome AR-15. Muito se fala, sobre esta arma de “grosso calibre” (A MAIOR ASNEIRA QUE SE FALA), Sobre que ela perfura qualquer blindagem, que ela destrói tudo que ela atinge... e outras imbecilidades. Na verdade todo esse folclore é fruto de uma cultura imposta nesse país de que um cara armado com um 38 ou uma pistola em calibre 380, é considerado uma pessoa bem armada. No mundo, existem países que são democráticos de verdade e onde o cidadão pode comprar o melhor instrumento para se defender e não são impostas limitações ingênuas e sem sentido, como a que limita os calibres em 38 ou 380. Nos Estados Unidos, por exemplo, o calibre 380, que no Brasil é a sensação das lojas de armas, é considerado o menor calibre que alguma pessoa pode usar com alguma eficiência, devido ao seu fraquíssimo poder deparada. Alguns ainda citam o adjetivo “anêmico” quando se fala nessa munição.
    Voltando ao assunto desta matéria, nosso enfocado, o clássico fuzil AR-15, que é uma das armas de fogo mais difundidas na história, estando em uso em quase todos os países do ocidente na forma de arma de uso policial, militar ou mesmo, em caças de pequenos animais roedores, ou pragas do campo, também conhecido com arma de “Varmint”, devido ao fato de munição 5,56mm ser um calibre pequeno, porém de altíssima potência, permite poucos danos na frágil estrutura do corpo desses pequenos animais. Havia, também, um conceito, de que, no campo de batalha, se vc matasse o soldado inimigo, ele seria deixado para trás. Seria um a menos. Porém, se você ferisse seu inimigo, você inutilizava 3 soldados, pois eles teriam que carregar seus feridos, e ainda usar uma infraestrutura para tratar desses feridos, causando um poderoso desgaste moral no inimigo. Encima desse conceito, que se decidiu pela diminuição do calibre para o 5,56 mm. Porém, não pensem que este cartucho não seja letal. Ele é com certeza, mas consideravelmente menos potente que o 7,62 mm, usado no M-14 americano e, que ainda é usado pelas forças brasileiras na forma do conhecido FAL.



    [IMG]
    Acima, o primeiro AR-15, sem nenhuma das melhorias que ocorreram depois das falhas em combate, e abaixo, o modelo M-16 A1, com o botão de fechamento do ferrolho, par ser usado em casos de falhas decorrentes de residuos e sujeiras excessivas.
    [IMG]
    O AR-15 foi idealizado pelo gênio projetista Eugene Stoner que trabalhava para a empresa Armalite, e baseado no , não tão conhecido AR-10, também, criado por Eugene, mas em calibre 7,62 mm. Em 1957 o exercito dos Estados Unidos encomendaram um novo fuzil que usasse um calibre menor, que o 308 winchester, também conhecido por 7,62 mm, e que fosse leve para ser transportado com mais munição pelos soldados. A munição teria que ser algo em calibre 22 e com capacidade de perfurar um capacete de aço padrão a 500 metros. Eugene Stoner usou como base seu rifle AR-10 e construí o AR-15, em calibre 223 remington ou 5,56 X 45 mm, que era um calibre derivado do calibre 222 remington, usado para caça de pequenos animais. Em 1958 a Armalite entregou os primeiros fuzis ao exercito para testes de campo, o que acabou mostrando problemas com relação à precisão e a confiabilidade da arma. Em 1959, a armalite estava decepcionada com os resultados desfavoráveis do AR-15 e vendeu todo o projeto e direitos a companhia Colt , uma muito consagrada fabricante de armas mundial e o senhor Eugene Stoner foi parar dentro da fabrica da Colt. E nesse ano a Colt mostrou O AR-15 para o comandante da força aérea americana que comprou, aproximadamente, 8000 fuzis para substituir as antigas carabinas M-1 e M-2. Em 1962 o DARPA (departamento de projetos avançados dos Estados unidos), comprou 1000 AR-15s e os mandou para testes de campo no Vietnam do sul, e esse fato resultou em uma encomenda de 85000 fuzis para o exercito e mais 19000 para a força aérea. Porém os resultados em campo, começaram e se mostrar preocupantes pois o AR-15 estava apresentando grandes problemas de funcionamento, que estavam sendo ocasionados pelo tipo de pólvora que era usado nos cartuchos. Essa pólvora, a IMR tubular da Du Pont era usada em cartuchos 7,62 mm, causava um grande e rápido depósito de carbono nas partes internas da arma, e, depois de quente, esse depósito, esfriava e endurecia fortemente como se fosse uma cola de secagem rápida travando a arma em definitivo. Para evitar esse tipo de ocorrência seria necessário que se limpasse a arma a todo o momento, o que não era uma prática muito difundida no atoleiro que se tornou os campos de batalha vietnamitas. A substituição da pólvora usada, somado a mudanças na arma como um novo mecanismo de amortecimento para diminuir a cadência de tiro, a cromeação da câmara e canos da arma evitaria a oxidação por causa do ambiente úmido do sudeste asiático fez surgir o M-16 A1, uma arma que embora fosse confiável, estava com dificuldades de apagar a péssima primeira impressão que havia tido inicialmente.

    [IMG]
    Acima podemos ver um fuzil M-16 A2, que teve a posição de rajadas curtas incorporada na tecla de seleção de tiro, como sua maior evolução mecanica em relação ao AR-15 original.
    No fim da década de 70, as forças armadas dos EUA e a própria Colt começaram a estudar melhorias que fossem possíveis de se aplicar ao AR-15, e aí, nasceu o M-16 A2, uma arma de cano mais pesado e resistente, troca do passo do raiamento do cano de 1:305 para 1:17, tornando mais adequada a o tipo de munição SS109 usada como padrão pela OTAN. A troca da telha por uma nova em material sintético mais resistente e ainda tinha disponível uma nova posição no seletor de tiro: a de raja curta de 3 tiros.
    [IMG]
    Acima e Abaixo temos o atual modelo de M-16, na versão A-4. Esta arma sese tornou muito eficaz com a adoção dos divresos trilhos espalhados pela parte de cima e pela telha, permitindo a montagem rápida de acessórios. Qualidade, normalmente, encontrada em armas de projeto mais recentes.
    [IMG]
    Atualmente, esta arma é fabricada por muitas empresas que adquiriram o direito de produção e que através de novas melhorias, teve novas versões, como o M-16 A3 que trabalha totalmente em automático ou em semi auto, usando das mesmas qualidades e resistência da versão A2 e ainda tinha a alça de transporte substituida por uma removivel; a nova versão M-16 A4, que voltou a ter a disponibilidade da posição de rajadas curtas de 3 tiros, e ainda teve montado um trilho tipo picatinny, que permite o uso de miras ópticas, que podem ser instaladas sem necessidade de um armeiro. Esses trilhos picatinny, estão presentes na telha também para permitir o acoplamento de lanternas, miras laser, câmeras e lança granada.
    [IMG]
    Acima: Aqui temos um exemplar do fuzil M-16 A1 com lança granadas M203. Este modelo foi o que se tornou padrão para o M-16 com esse acessório.
    [IMG]
    Acima, podemos ver um M-16 A4 com o lança granadas M203. Notem a mudança no desenho da telha, para permitir a montagem de acessórios, além do lança granadas.
    Falando em lança granada, é interessante notar que o modelo M-16 A1, equipado com um lançador de granada M-203 e 40 mm se tornou muito popular depois da apresentação do filme “PREDADOR”, Onde o ator Arnold Schwarzenegger, usa uma dessas armas. O lança granada M-203, permite uma grande melhoria no potencial de letalidade do infante com um dispositivo mais leve que um lança rojão, ou bazooca como prefere alguns, integrado à sua arma principal, flexibilizando o seu uso. Muitos exércitos atuais, acabaram por adotar de lança granada os seus fuzis, depois que essa modificação foi demonstrada como eficaz pelo uso pioneiro no exército dos Estados Unidos.
    [IMG]
    Acima, o fuzil Colt Commando, que foi o primeiro modelo de AR-15 curto e entrar em serviço. Observem o grande quebra chamas na ponta do cano.
    Posteriormente ao início operacional do M-16, o exército dos Estados Unidos, requisitou que fosse desenvolvida uma versão menor do M-16, para o uso nas suas forças de operações especiais , como os Boinas Verdes, e essa versão curta foi chamada de XM-177, e designada no US ARMY como CAR-15 ou “Commando”. Essa versão possuía um cano de 10 polegadas e um grande quebra chamas na ponta pois essa arma apresentava enormes labaredas quando atirava. O Colt Commando foi muito popular por causa de sua levesa e facilidade de transporte. Era uma arma usada por operadores de rádio que necessitavam de um rifle mais leve, e por oficiais.
    [IMG]
    Acima: O modelo inicial da carabina M-4, era diferente que o usado nos dias de hoje tendo sua alça de transporte fixa, sendo que os exemplares de hoje apresentam uma alça removivel..
    Abaixo os 2 exemplares do modelo M-4 A3 SOPMOD, atualmete em uso pelas forças especiais dos estados Unidos. A carabina de baixo, tem um sistema de miras laser e uma microcamera instalada na pequena armação lateral na telha, que serve para o soldado praticar o que chamamos de tiro indireto, onde o soldado se esconde em algum obstaculo como uma quina de um prédio, por exemplo, e expõe apenas a arma, que com a camera montada, permite ao soldado visualisar, mirar e atirar certeiramente, se expor mais que sua própria mão.
    [IMG]
    [IMG]
    Abaixo, uma carabina M-4 A3 com seu lança granadas M203. Também é muito comum o uso deste modelo pelas tropas em ação em combates urbanos no Iraque e afeganistão.
    [IMG]
    Em 1985 o US Marine Corp ou corpo de fuzileiros navais dos Estados Unidos encomendou uma versão do fuzil M-16 A2 que fosse menor, e para isso o Colt Commando foi usado como base, embora seu cano devesse ser maior que a do Colt commando, tendo, assim o comprimento de 14 polegadas e meia. Essa nova versão se chama M-4 e é extremante comum nas forças americanas, em combate no Afeganistão e no Iraque. Embora o M-4 seja chamado de carabina, ele, ainda possui a posição de tiro em rajada. Hoje a versão mais moderna em produção é a M-4 A3, que possui seletor de tiro com rajadas curtas de 3 tiros, e alça de transporte removível.
    A evolução do AR-15 nesses 44 anos de existência melhorou muito, a confiabilidade e eficiência desta arma, sendo que as novas versões são armas modulares com fácil montagem de acessórios e com boa precisão.
    Para o futuro existe uma tendência de se adotar um novo calibre para o fuzil das forças armadas americanas. Depois de 4 décadas, alguns conceitos mudaram no campo de batalha e o calibre 5,56 mm, tem levantado críticas pelos soldados americanos que tem tido dificuldades de derrubar os guerrilheiros iraquianos e afegãos, com apenas um tiro no tórax, sendo que muitas vezes, quando o inimigo se encontra longe,o soldado americano tem tido que atirar uma segunda vez para “parar” a ação do inimigo. O calibre mais provável a ser incorporado, é o 6,8 mm SPC (Special Purpose Cartridge), que tem o mesmo comprimento do 5,56, porém é pouco mais largo. Esse calibre já foi testado em combate no Afeganistão e o resultado foi considerado muito bom pelos soldados. Recentemente foi trocado o projétil SS-109, que era padrão OTAN, por um com maior peso, algo em torno de 70 grains, o que mostrou uma melhora na letalidade, porém esse assunto se encontra em aberto, e nenhuma decisão foi tomada ainda.
    [IMG]
    Acima: Nessa foto dois exemplares do modelo M468, versão do AR-15 em calibre 6,8 mm SPC, fabricado pela Barrett, conhecida por fabricar grandes rifles em calibre 50, como os M-82 que já foco de matéria deste blog.

    FICHA TÉCNICA
    COLT AR-15 A2
    Tipo: Fuzil semi-automático

    Miras: Regulagem lateral na alça a 4 posições fixas de massa e alça para regulagem em elevação.
    Peso: 3.2 Kg (vazio) 3.6 Kg (carregado) .
    Sistema de operação: A gás com ferrolho rotativo
    Calibre: 5,56 X 45 mm (223 Remington)
    Comprimento Total: 1 m
    Comprimento do Cano: 20 polegadas .
    Velocidade na Boca do Cano: 908 m/seg.


    Abaixo: Uma recruta do exército dos EUA com seu M-16 A-2.
    [IMG]
    COLT M-4 A-3
    Tipo: Fuzil automático.
    Miras: Regulagem lateral na alça a 4 posições fixas de massa e alça para regulagem em elevação.

    Peso: 3.0 Kg (vazio) 3.52 Kg (carregado)
    Sistema de operação: A gás com ferrolho rotativo.
    Calibre: 5,56 X 45 mm (223 Remington)
    Comprimento Total: 88.3 cm com a coronha aberta, e 79 cm com a coronha fechada
    Comprimento do Cano: 16 polegadas .
    Velocidade na Boca do Cano: 830 m/seg.

    cadencia de tiro: 950 tiros/min

    Abaixo, um soldado em treino com sua M-4 A1.
    [IMG]
    Abaixo, um M-4 A1 com lança granada e mira optica. Nesse exemplar foi montado uma extensão do trilho picatinny, que se extende até acima da telha.
    [IMG]
    [IMG]
    Acima: Um "feliz" cidadão com seu M-4 A-3 com lança granadas.


    [youtube]zx822pk0GWQ[/youtube]



    Ak 47



    Calibre: 7.62 mm
    País de origem: Rússia
    Fabricante: Kalashnikov
    Capacidade: Pente de 30 tiros
    Comprimento: 87 cm
    Peso: 4,30 kg
    Alcance máximo efetivo: 800 m
    Capacidade de tiro: 600 tiros por minuto

    Ferido em combate na guerra contra os nazistas, o projetista russo Mikhail Kalashnikov imaginou um rifle que aliasse impacto, precisão e pouco peso. Assim foi criada, em 1947, uma das armas leves de maior prestígio no mundo, que já vendeu mais de 100 milhões de unidades. As iniciais AK significam "Automatic Kalashnikov", e o número 47 indica o ano em que foi projetado.

    De manejo simples e garantindo precisão de pontaria a até 300 metros, o AK-47 é encontrado facilmente no mercado negro de armas em qualquer parte do mundo. A arma é usada tanto pelos terroristas da Al Qaeda quanto pelos traficantes do Rio de Janeiro. No Líbano, custa entre U$ 200 a U$ 250, e no Brasil, entre U$ 3 mil e U$ 3,5 mil. Foi comum em mais de 50 exércitos, principalmente nos países do bloco soviético, competindo com o rifle oficial do exército norte-americano, o M-16.

    Sua estrutura robusta garante um bom funcionamento, mesmo em condições adversas como chuva, neve ou lama. O AK-47 permite ao atirador selecionar, através de uma pequena alavanca, entre tiros intermitentes (um para cada vez que se aperta o gatilho), disparos curtos (duas ou três balas a cada acionamento) ou rajadas contínuas.

    [IMG]

    [youtube]Yy8pZEcg6qc[/youtube]








    FN FAL 7,62 (Usada e aprovada por mim:rox)

    [IMG]
    [IMG]
    O FN FAL (Fabrique Nationale, Fusil Automatique Léger - Fábrica Nacional, Fuzil Automático Ligeiro) é uma arma concebida e produzida originalmente pela empresa belga Fabrique Nationale em Helstal.
    É considerada uma arma soberba, perdendo o título de melhor fuzil de assalto do mundo para os fuzis russos da série AK. Em qualidade e maneabilidade é seguido pelo HK-G3, da Heckler & Koch, e para a nova geração de fuzis.
    O FAL é superior também aos famosos M-16A1 e A2 e AR-15 (munição civil, 223 Remington), no que diz respeito a robustez, muito embora a sua munição (7.62mm), não atenda as atuais necessidades do soldado de infantaria, já que o dano causado ao inimigo é excessivo. Atualmente existe uma tendência mundial para a adoção de calibres menores como o 5,56 mm dos EUA ou 5,45 mm Russo, visto que estas munições apenas ferem o inimigo que necessitará de outros dois combatentes para tirá-lo do combate. Assim serão três inimigos sem condições de combater (5.56mm), em vez de apenas um (7.62mm). É considerado equivalente ao M-14. Foi projetado e fabricado com objetivo de equipar o soldado com uma arma segura e simples, de manutenção e operação fáceis. Este fuzil é capaz de suportar as condições mais adversas (chuva, sol, lama, água etc), necessitando menos manutenção do que os fuzis da série M norte-americanos (M-16, M4A1 etc).

    Utilização no Brasil

    O FN FAL, no Brasil chamado Fuzil automático Leve ou Fuzil de Assalto Ligeiro, é fabricado integralmente pela estatal IMBEL (Itajubá)[1
    . No Exército Brasileiro recebe a nomeclatura de Fz 7,62 M964 (também conhecido como MD-2).
    A IMBEL fabrica também o Para-FAL, que é usado por polícias militares, pára-quedistas militares e outras forças especiais por ser mais leve. Também fabrica um modelo em calibre 22 adaptado ao FAL, para treinamento militar. [2
    O FAL tem vantagens e desvantagens sobre o AK-47, já que usam calibres parecidos. O FAL por ser um armamento mais longo do que o AK-47 tende a ser mais preciso nos seus disparos e o Cal. 7,62mmX51mm tem um projétil mais rápido do que o 7,62mmX39mm do AK-47 que por sua vez perde em impactação do alvo. As vantagens do AK-47 para o FAL limitam-se as características operacionais de maneabilidade pelo seu tamanho, mais adequado ao assalto curto e a sua manutenção incomparável entre os fuzis de assalto de todo o mundo. Utilizado por polícias militares de quase todo o Brasil e visto com frequência nas incursões do BOPE no Rio de Janeiro, em sua maioria com coronha rebatível.

    [IMG]
    [IMG]

    Em portugal
    O FN FAL foi utilizado por Portugal a partir de 1961, em complemento à espingarda automática Heckler & Koch G3 para uso das suas forças empenhadas na Guerra do Ultramar em África. Na altura foram testados os dois modelos de armas, escolhendo-se a G3 para arma padrão em detrimento da FN FAL. No entanto os quase 30.000 FN FAL recebidos continuaram a ser utilizados até ao fim da guerra em 1975, sobretudo por unidades auxiliares no teatro de operações de Angola.

    Dados gerais


    • Calibre: 7,62X51 mm (.308) OTAN [Existem versões com o calibre 5,56x45 mm OTAN e em calibre .22 Lr, para treinamento de recrutas
    Peso sem carregador: 4,200 Kg
    Com carregador: 4,930 Kg
    Tipo: Portátil
    Velocidade inicial do projétil: 850 m/s
    Alcance máximo: 3.600 m
    Alcance de utilização: 600 m
    Emprego: Individual
    Funcionamento: Ação indireta dos gases
    Regime de Tiro: Semi-automático e automático e repetição
    Capacidade do carregador padrão: 20 cartuchos (existem carregadores para o FAL que comportam 30 cartuchos, no calibre 5,56 mm)

    Reflex Suppressor for British FN FAL L1A1
    [IMG]
    [IMG]

    Opinião pessoal:
    Eu particularmente gostei muito desse fuzil, falam que tem um solavanco muito forte, mentira, é só usar a técnica correta que você atira sem problemas, é muito precisa, os pontos negativos eu acho que são o carregador que tem apenas a capacidade de 20 cartuchos, e o peso, mais de 4Kg carregado, é um absurdo, mas tirando isso pra mim é um ótimo fuzil.


    [youtube]HS82s7W_VhA[/youtube]








    :-D
    [youtube]S3VJBPkqAHE[/youtube]








    STEYR-AUG


    Fuzil de assalto automático e semi-automático. Foi testado, aprovado e adotado por forças armadas de vários países. Tem um aspecto futurista. O comprimento de seu cano (30 polegadas - 762 mm) dá a esse fuzil de assalto a precisão de um Sniper. É uma arma moderna, relativamente leve e tem uma ótima cadência (700 tiros por minuto). As forças armadas do Brasil não adotaram essa arma, mas provavelmente os criminosos sim. Seu "Stopping Power" (poder de parada com apenas um tiro) quase sempre é de 100%.



    Calibre................... 5,56 x 45 mm

    Capacidade................ 30 / 42 tiros

    Operação.................. a gás, automática e semi-automática

    Cadência.................. 700 tiros por minuto

    Miras..................... aparelho óptico

    Comprimento do cano....... 30"

    Peso...................... 3570 g

    [IMG]




    [youtube]ubQbejbZmK0[/youtube]




    FAMAS

    o famas é o rifle de dotação do rifles frances,ele se difere pelo posicionamento do carregador, que , ao inves de ficar a frente do gatilho, fica atras, isso se chama "bullpup", o que dexa arma mais curta sem perder o cano, deixando com a mesma precisão, ele usa um cartucho 5,56 x 45 mm e tem alcance efetivo de 450 m e taxa de tiro de 450 tiros por minuto




    [IMG]

    [youtube]LejLaFCZRXI[/youtube]






    Hk Mp5

    Um dos atrativos da MP5 é o sistema de “rolling lockers” ou travamento deslizante já usado com sucesso em outras armas da Heckler & Koch, seu sistema de auto-alimentação é classificado como “Delayed blowbacks”, um artifício de criar um travamento do ferrolho até que as pressões na câmera atinjam um nível seguro, deslocando-se para trás com média intensidade. Essa característica mostra diversas vantagens, entre elas esta a maior segurança com munições de maior potência, menor recuo e maior precisão, maior cadencia de tiro. Seu sistema de mira também não é convencional, a alça de mira é composta de anel móvel e rotatório, que desliza para frente e para trás e gira em 4 posições, orifícios, cada um correspondendo a uma distância, por padrão 25, 50, 75 e 100 metros. Esta arma possui carregadores para 15 ou 30 tiros, ambos bifilares e retos.
    Pontos: negativos o gatilho muito pesado e o seletor de tiro distante do gatilho, dificultando para quem tem dedos mais curtos, porém, o fabricante diz que o peso do gatilho é elevado apenas em armas novas e que com o uso ficaram entre 2,5 e 3Kg.
    pontos positivos: peso, recuo, precisão e segurança, produzindo grupamentos muito bons.

    [youtube]Jp_P7FdOHTg[/youtube]

    ======================================================


    Armas da 2° Guerra Mundial

    Fuzil Sturmgewehr 44

    Alemanha
    Arma desenvolvida a partir de 1938, tinha um conceito revolucionário, usando uma munição mais fraca, leve e com menos recuo, permitindo o fogo automático. Ainda assim era efetiva nos alcances normais de combate (até 800 metros). Sua distribuição foi atrasada por causa da intervenção de Hitler, que era contrário a ela, no final, ela foi distribuída em 5 modelos diferentes, mas sempre em pequenos números. Foi o protótipo de todos os fuzis de assalto em uso hoje em dia.

    Especificações
    Modelo: StG44
    Calibre: 7,92x33 mm
    Sistema de funcionamento: automático, alimentado a gás
    Raiamento: concêntrico, 4 raias para a direita,
    Carregador: externo, para 30 cartuchos
    Comprimento: 95 cm
    Comprimento do cano: 41 cm
    Peso: 4,6 kg, com carregador vazio
    Alça: de lâmina, regulada de 100 a 800 metros, com acréscimos de 100 metros
    Velocidade inicial: 685 m/s
    Cadência de tiro: 500 disparos por minuto

    [IMG]

    [youtube]ZvmjitpZX2g[/youtube]






    Metralhadora Maschinengewehr 42 (MG 42)

    Alemanha

    Planejada para substituir a MG 34, com processo de fabricação mais simples, inspirado na MP38, com amplo emprego de peças estampadas, até então nunca utilizadas em armas desse porte, em função das difíceis condições de emprego. Seu batismo de fogo ocorreu na URSS e no norte da África, sendo um sucesso absoluto. Previa-se que ela iria substituir a MG 34, porém acabou complementando-a, por não atingir a escala de produção esperada.

    Informações:
    Calibre: 7,92 mm
    Comprimento: 1.220 mm (total) / 533 mm (cano)
    Peso: 11,5 Kg (com bipé)
    Peso do Tripé: n/d.
    Carregador: Fita com 50 cartuchos
    Cadência de Tiro: 1.550 tpm
    Velocidade Inicial do Projétil: 755 m/s


    [IMG]

    [youtube]H3fpBUvSM3o[/youtube]



    Fuzil Springfield

    Estados Unidos

    Fuzil Springfield. Cópia do Mauser alemão, foi o armamento básico do Exército Norte-americano na Primeira Guerra Mundial. Começou a ser substituído em 1936 pelo M1-Garand, sendo que as últimas unidades que o receberam foram as de fuzileiros navais, em 1942, devido a sua maior precisão. Manteve-se em uso como arma de atirador de escol. De forma meio inexplicada, a FEB foi equipada com ele, somente os sargentos recebendo os Garand.

    Informações:
    Modelo: 1903
    Calibre: 7,62 mm
    Comprimento: 1.098 mm
    Comprimento do cano: 609,,6mm
    Peso: 3,94 kg
    Carregador: 5 cartuchos
    Velocidade Inicial do Projétil: 822,9 m/s

    [IMG]


    [youtube]EJCCHxd9pEI[/youtube]


    Fuzil Garand

    Estados Unidos

    Garand - Fuzil semi-automático desenvolvido em 1936 nos Estados Unidos, equipando toda sua infantaria, a exceção de um homem em cada esquadra, que usava um fuzil de ferrolho para tiro de precisão, desta forma a infantaria americana foi a única totalmente equipada com uma arma semi-automática durante a guerra. O general Patton disse sobre o Garand: ele foi "a maior ferramenta de combate jamais desenhada".

    Especificações:
    Modelo: M1
    Calibre: 7,62 x 63 mm
    Alimentação: clipe de oito cartuchos, era impossível alimentação individual de cartuchos
    Velocidade inicial: 822,96 m/s
    Comprimento total: 109,22 cm
    Comprimento do cano: 60,96
    Peso: 4,3 kg
    Miras: de abertura ajustável, 100 a 1200 jardas
    Método de operação: recuperação a gás
    Tipo de fogo: tiro a tiro

    [IMG]

    [youtube]RLY3T1zGO9o[/youtube]



    Pistola Luger P 08

    Alemanha

    Uma pistola clássica da 2ª guerra, facilmente reconhecível pelo seu formato característico, a Luger P08 entrou em serviço no exército alemão em 1908, sendo produzida até 1942, quando foi, afinal, substituída (pela Walther P 38), pois sua fabricação era muito complexa e cara, fato não desejável em períodos de guerra.

    Informações:
    Modelo: P 08
    Calibre: 9 mm (parabellum)
    Comprimento: 222 mm (total) / 103 mm (cano)
    Peso: 0,85 Kg
    Carregador: Pente com 8 cartuchos
    Velocidade Inicial do Projétil: 351 m/s.

    [IMG]
    [IMG]
    [IMG]
    [IMG]
    [IMG]

    [IMG]
    [IMG]

    [IMG]
    [youtube]hvmqKi6U9PM[/youtube]

    =======================================================================


    .357 Magnum (Magnum 669 CP)
    http://forum.outerspace.ig.com.br/showpost.php?p=3750425&postcount=4
    ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    Dragunov Svd
    http://forum.outerspace.ig.com.br/showpost.php?p=3750446&postcount=8
    ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    Fn P90
    http://forum.outerspace.ig.com.br/showpost.php?p=3750455&postcount=9
    ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    Mp 40
    http://forum.outerspace.ig.com.br/showpost.php?p=3750526&postcount=14
    ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    Desert Eagle .50AE
    Fuzil Lapa
    http://forum.outerspace.ig.com.br/showpost.php?p=3756971&postcount=26
    ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    Carabina K98
    http://forum.outerspace.ig.com.br/showpost.php?p=3757038&postcount=28
    ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    Hk G36C
    http://forum.outerspace.ig.com.br/showpost.php?p=3769345&postcount=50
    -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    Submetralhadora Thompson M1
    http://forum.outerspace.ig.com.br/showpost.php?p=3803800&postcount=57
    -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    Browning Automatic Rifle (BAR)
    http://forum.outerspace.ig.com.br/showpost.php?p=3944952&postcount=60
    TheBoss aprova isto.
  2. Mr. Nobody Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    5,851
    Pontos de Troféu:
    259
    Nossa otimo topico. Favoritei aqui para ir lendo aos poucos.

    PArabens man
  3. .Matheus Habitué da casa

    Número de Mensagens:
    3,176
    Pontos de Troféu:
    81
    Bem legal o tópico parabéns.

    Como ela é mais pesada vazia que carregada? :kong_zonzo:


    E outra, cadê a Magnum .357, conhecida como pistola-canhão, no vidro de biscoitos?
  4. shiftypoa Veterano

    Número de Mensagens:
    10,448
    Pontos de Troféu:
    146
    Corrigido o peso.
    E tipo, a "Magnum .357'' na verdade é um calibre de revólver...

    Eu gosto deste aqui...


    Magnum 669CP

    Calibre: .357Magnum
    Nº de tiros: 6
    Cano: 101 e 152mm
    Acabamento: Oxidado ou em aço inox
    Obs: com compensador de recuo integrado ao cano

    [IMG]


    Não achei um video bom no youtube para a magnum
    [youtube]lSv7AYIRhnM[/youtube]
  5. Super Palha Veterano

    Número de Mensagens:
    1,965
    Pontos de Troféu:
    134
    Uma vez li que o rifle dos EUA usado na 2ª guerra era uma porcaria rs.

    E que o AK47 é a arma mais popular do mundo.

    Ow, mas parabéns pelo tópico, nem sabia que enfrentavam mosquetes com armaduras. :D
    Achei super bacana isso.
  6. moskandre Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    7,523
    Pontos de Troféu:
    414
    tenho todas elas

    no cod4 claro rsrs
  7. Makenshi Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    6,028
    Pontos de Troféu:
    474
    [color="black"]Coloca aí uma análise da P-90![/color]

    [IMG]

    [IMG]

    :rox
  8. shiftypoa Veterano

    Número de Mensagens:
    10,448
    Pontos de Troféu:
    146
    Dragunov Svd

    Essa aqui seria perfeita para acertar a testa do Lindemberg.
    E eu pago um pau pra essa arma, ainda vou atirar com ela...

    Fuzil Dragunov ou Snaiperskaya Vintovka Dragunova ou simplesmente SVD é uma arma de alta precisão geralmente utilizada por atiradores de elite. Sua fabricação prevê o uso de mira telescópica com as mais variadas tecnologias disponíveis como: sensor infravermelho ou calor, mira laser para confirmação de alvo.

    Projetado por E. F. Dragunov, utiliza o sistema semi-automático e munição 7,62 x 54R (a mesma do antigo fuzil Mosin-Nagant). Pesa cerca de 4,80 kg municiado e tem 1,22 m de comprimento. Seu sistema de disparo é semelhante ao da série AK. No bloco ocidental existem fuzis de desempenho superior como o PSG1 e fuzis customizados para forças especiais ou policiais. Porém, o Fuzil Dragunov ainda possui a melhor relação custo-benefício entre os fuzis de atiradores.

    [IMG]
    [IMG]
    [IMG]


    [youtube]PS4tYKJ-RvQ[/youtube]
  9. shiftypoa Veterano

    Número de Mensagens:
    10,448
    Pontos de Troféu:
    146
    Fn P90

    As Organizações militares durante muito tempo sofreram com dois freqüentes problemas: (1) como armar tropas onde seria vantajoso terem armas com um tamanho satisfatoriamente mais compacto e, (2) ao mesmo tempo ter um equipamento com um poder de fogo superior para ser aplicado em operações especiais. Necessitando responder há estas duas questões, uma memorável seleção de invenções foi aparecendo para atender esta demanda, mas em todas as tentativas apresentadas o efeito cobria somente um dos problemas anteriores e nunca os dois.
    [IMG]
    FN P 90
    Logo ficou claro que desenvolver uma arma que estivesse a altura de atender prontamente aos quesitos de maior probabilidade de acerto ao alvo e excelente poder de fogo sustentado seria uma tarefa árdua e cansativa.
    Juntamente com essas dificuldades soma-se ainda a demanda que as principais Agências de Segurança e Forças Governamentais e da Lei não só existentes nos EUA, mas em todo o mundo tinham em responder rapidamente a uma mudança ambiental tática e operacional de combate policial.
    Terroristas e criminosos a cada dia começaram a torna-se mais agressivos e fatais, passando a usar mais roupas de proteção balística e armamentos com alto poder de fogo. Como resultado desses fatores muitos tipos de armas como submetralhadoras e carabinas desenvolvidas para o setor militar começaram a ser colocadas a disposição também para as forças policiais.
    Foi assim que nos anos de 1980 a P90 foi desenvolvida. A princípio como uma alternativa em arma de fogo defensiva para ser usado por tripulações de veículos blindados, artilharia e mais tarde também por policiais de elite que combatiam nos novos ambientes táticos que começaram a aparecer e que necessitavam de um deslocamento do policial mais rápido e dinâmico.
    O P90 - Arma de Defesa Pessoal, fabricada pela Fabrique Nationale Herstal SA da Bélgica tem uma aparência excêntrica, com seu compartimento de munição ao topo da arma, construção polimétrica, miras integradas e seu compartimento de cartucho muito diferenciado. É por isto, que muitas vezes é possível vermos nos filmes e séries futurísticas da televisão o emprego do P90 como sendo uma arma do futuro.
    Com um comprimento estimativo de 504 mm o P90 é consideravelmente mais curto que a MP5N ou que a Carabina Colt M4. Pesa 2200 gramas descarregada e 3300 gramas com o compartimento de 50 cartuchos completado, tem os controles ambidestros, com carregar manivelas localizadas em ambos os lados da arma e o seletor de modo de safety/fire fica situado debaixo do gatilho.
    [IMG]
    Treinamento de Elite com FN P90
    Sem sombra de dúvidas trata-se de uma armamento de altíssima qualidade e que está sendo utilizado por diversos membros de forças de elite no mundo e que mostrou ao mundo tático o quando estamos à frente da insegurança e da violência. Mas o mais importante no desenvolvimento do P90 foi o poder de resposta que os policiais tiveram diante de uma necessidade eminente.


    [youtube]iyJEEISVTd4[/youtube]

  10. .Matheus Habitué da casa

    Número de Mensagens:
    3,176
    Pontos de Troféu:
    81
    Sniper Rifle For The Winz :rox
  11. Gantz Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    5,463
    Pontos de Troféu:
    207
    MUITO BOM ESSE TOPICO!!!

    postando pra ler com calma depois!!!
  12. -=[The Funto]=- Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    11,592
    Pontos de Troféu:
    369
    Excelente topico ;)
    Eu tinha um site russo com informacoes sobre armas nos favoritos, mas nao tenho mais =/
  13. Mr. Nobody Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    5,851
    Pontos de Troféu:
    259
    O MP-40 dos nazi er ao melhor.

    O Thompson era bem inferior que o MP-40

    Mais a Grease gun, era dosse qualquer coisa empenava. E foi justamente essa arma que os Americanos deram para os Brasileiros lutar na Italia.
  14. shiftypoa Veterano

    Número de Mensagens:
    10,448
    Pontos de Troféu:
    146
    Maschinenpistole 40 (MP 40) (Unteroffizier)

    [IMG]

    [IMG]Esta imagem foi redimensionada. Clique na barra para a ver a imagem com as dimensões originais. Dimensão original 800x317.[IMG]

    Descrição:
    Nos últimos anos da Grande Guerra os alemães chegaram a desenvolver a primeira metralhadora portátil totalmente automática (MP 18), mas com Versalhes o projeto esteve esquecido nos primeiros anos entre-guerras. O revolucionário modelo alemão e as novas tácticas militares decorrente da nova arma acabaram sendo ignoradas pelas potências vencedoras. Isso ajudou os alemães a se manterem na vanguarda do projeto das submetralhadoras automáticas, e na Era Hitler, com os alemães livres para agir, o projeto foi intensificado. Em outubro de 1939, os alemães colocaram em serviço a revolucionária MP 38, que utilizava o novo conceito de fabricação da utilização de peças estampadas em larga escala. A evolução da MP 38 foi a MP 40, surgida logo depois. A MP 40 tinha produção ainda mais simples e foi uma das mais eficientes armas da guerra, com cerca de 1.100.000 unidades produzidas.

    Especificações:
    Calibre: 9 mm
    Modelo: MP40
    Carregador: pente para 32 cartuchos
    Cadência de tiro: 500tpm
    Comprimento: 83,3cm (total, coronha estendida) e 25,1cm (cano)
    Peso: 3,97kg
    Velocidade inicial do projétil: 365m/s

    [youtube]iQo9yZT_m8w[/youtube]
  15. vachiloto Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    11,992
    Pontos de Troféu:
    454
    esqueceu de dizer que o STEYR-AUG é o principal rifle bullpup utilizado no mundo, muito da precisão dele se deve a essa caracteristica, pois possibilita um cano longo em uma arma não tão longa quanto o normal. Alem disso a maior proximidade do dispositivo de disparo com o corpo dá mais controle sobre a força de reação da polvora explodindo.


    o desing do S.A. e do M16 inspiraram a criação do Rifle tavor pelos Israelenses. (poste ai!)


    Outro rifle muito bom é o SIG 556 ("Modelo atual") que é uma modificação de outro rifle o qual não me lembro o nome. Usa a munição padrão da otan tambem.

    Já atirei com um 552, que é muito parecido, é simplesmente fantastico.
  16. Luigi666 Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    4,551
    Pontos de Troféu:
    224
    Tópico do Ano :eek::eek::eek:

    Porra, e eu brincando com minha arminha de pressão, atirando em pombas e garrafas :-(:-(
  17. goemon Veterano

    Número de Mensagens:
    1,713
    Pontos de Troféu:
    124
    Pefiro mulher uhauha

    Armas são legais mesmo. Mas seria legal se não fossem apontadas pra outras pessoas ..
  18. jonjontkd Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    7,425
    Pontos de Troféu:
    289
    Otimo to[SIZE=-1]pico! :D
    Sempre gostei de armas de fogo,coisa de infancia q prevaleceu até os dias de hj.
    Ainda prefiro a 357 magnum conhecida como pistola canhao que eu tiro do vidro de biscoitos pra encarar qualquer coisa :lol
    [/SIZE]
  19. ArenaUser Habitué da casa

    Número de Mensagens:
    624
    Pontos de Troféu:
    67
    Loguei soh pra dizer:
    Topico do ano
  20. Mihawk Veterano

    Número de Mensagens:
    2,608
    Pontos de Troféu:
    132

    Espada For The Winz!


    Mas parabéns pelo topico..relmente...foda pra caraleo!!Bem instrutivo!

    Mas faltou um algo mais na parte dos Sniper Rifle...Em especial a AWP;)

    Mania de CS é foda...


    Arma de Fogo é legal..mas porra...viveria muito melhor sem a existencia delas.Seria tão feliz....:-(
  21. ravensoul Habitué da casa

    Número de Mensagens:
    2,279
    Pontos de Troféu:
    71
    Meu Deus, belo tópico. Meus parabéns, tiozão!
  22. super-vergonha Habitué da casa

    Número de Mensagens:
    3,500
    Pontos de Troféu:
    76
    Tudo que queria dizer.
  23. SoUL_Of_DEviL Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    8,100
    Pontos de Troféu:
    239
    Uma curiosidade enquanto lia o tópico.

    No caso do FN-FAL, o Exército Brasileiro dá outra denominação pra mesma arma. Porquê dar denominações diferentes pra mesma arma em diferentes países? Qual o critério e o motivo?

    A M16 e a M4, por exemplo, não tem a mesma denominação no Brasil.
  24. rodrigog88 Ei mãe, 500 pontos!

    Número de Mensagens:
    13,905
    Pontos de Troféu:
    514
    [COLOR="Blue"]muito legal!
    Pena que elas servem pra matar.
    Off:
    shiftypoa gostas de CS né? :p
    [/COLOR]
  25. Cloudst69 Supra-sumo

    Número de Mensagens:
    2,853
    Pontos de Troféu:
    154
    Não vai rolar uma Desert Eagle .50 ?
  26. shiftypoa Veterano

    Número de Mensagens:
    10,448
    Pontos de Troféu:
    146
    Desert Eagle .50AE

    A Desert Eagle 50AE é uma pistola de designação Magnum de alto calibre que usa várias munições, sendo elas .50 Action Express (.50AE), .44 Magnum e .357 Magnum.

    Apesar da sua reputação como uma potente arma de fogo, é, mesmo sendo deveras potente, uma arma inviável para o combate devido ao seu tamanho, calibre exagerado e som produzido (é, na verdade, proibida em algumas carreiras de tiro). Para além disso, mesmo para utilizadores experientes, provoca um enorme "coice".

    A verdade é que esta arma tem um muito bom poder derrubante (capacidade para rapidamente deter um oponente) e é excepcionalmente certeira para uma pistola. Ambos estes casos devem-se quase exclusivamente à natureza da munição usada que, em qualquer dos calibres, é uma munição pesada para uma pistola. A arma é sobretudo usada para desporto, tiro ao alvo e caça (menos comum) e também para coleções.

    Apesar de Israel ter produzido uma arma equivalente, a Jericho 941 e conhecida nos EUA como "Baby Eagle", a Jericho não tem equivalência funcional com a Desert Eagle, para além de que usa uma munição exclusiva (.41 AE).



    Especificações:
    País de origem: Israel
    Calibre: .50 Action Express
    Capacidade: 7 tiros por pente
    Peso da arma (vazia): 1,8 kg
    Peso do projéti: 19.4 gramas
    Velocidade: 1380 nós/sec. Potência: 1650 joules
    [IMG]
    [IMG]


    [youtube]__JkOUheyVk[/youtube]



    :-D:D

    [youtube]dFJjaj7pXsA[/youtube]
    [youtube]gcrmK3jV-4s[/youtube]

    Curto muito CS, tenho até Steam original, agora com o Source. :rox

    Essa resposta vou ficar te devendo, eu sei mais ou menos, mas não sei como explicar, vou me informar melhor depois te respondo, flw! ;D


    Bonus:

    Lapa

    O Fuzil Lapa (Laboratorio de Pesquisa de Armamento Automatico) seria um fuzil BullPup totalmente nacional, mas o projeto não vingou, as FAs não tiveram interesse no projeto... Foram feitos apenas alguns protótipos...

    Especificações:
    Calibre: 5,56 NATO
    Peso: 3,5Kg (Vazio)
    Capacidade: 20 ou 30 Cartuchos

    [IMG]

  27. luir Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    14,391
    Pontos de Troféu:
    339
    excelente tópico, lembro de ter visto ele aqui já, mas merece ser postado e respostado pra que todos vejam
    uma homenagem à Kar98k também seria bacana
  28. shiftypoa Veterano

    Número de Mensagens:
    10,448
    Pontos de Troféu:
    146
    Carabina K98

    Alemanha

    Arma introduzida inicialmente para ser usada apenas pela cavalaria. Contudo, seu menor comprimento e a curta distância dos combates, fizeram com que fosse usada por todas as forças armadas alemães até 1945. Distingui-se do fuzil por seu comprimento mais curto e pela alavanca do ferrolho curva, mais fácil de usar.

    Especificações:
    Modelo: 98K
    Calibre: 7,92x57 mm
    Sistema de funcionamento: repetição, ação de ferrolho manual.
    Raiamento: concêntrico, 4 raias para a direita, uma volta em 240 mm
    Carregador: interno, cinco cartuchos escalonados
    Carregamento: por pente carregador ou tiros simples
    Comprimento: 111 cm
    Comprimento do cano: 60 cm
    Peso: 3,8 a 4,1 kg, dependendo do material da coronha
    Alça: de lâmina, regulada de 100 a 2000 metros, com acréscimos de 100 metros
    Cadência de tiro: 20 disparos por minuto
    [IMG]
    [IMG]
    [IMG]


    [youtube]FGuh_SG8mzg[/youtube]
    [youtube]0corvK5t5CE[/youtube]






    Ah, e muito obrigado pelos elogios, assim eu até fico mais incentivado a fazer um tópico que eu tava matutando aqui na cabeça sobre as melhores policias que existem no mundo... Bjos, flw!:rox
  29. El Forastero. Ser evoluído

    Número de Mensagens:
    413
    Pontos de Troféu:
    41
    ÓTIMO TOPICO! :rox

    Muito bom mesmo, classifiquei no máximo la :D

    :kongpositivo:
  30. Vaynard Mil pontos, LOL!

    Número de Mensagens:
    48,543
    Pontos de Troféu:
    1,004
    Chapa, tópico fantástico.
    Apesar dos propósitos da arma serem os piores possíveis, o design delas em si é quase uma obra de arte.
    Talvez nós gostemos de arte graças a nossa educação baseada em jogos de tiro, filmes de ação e etc...
    Quando vi aquela Dragunov :konglove:
  31. shiftypoa Veterano

    Número de Mensagens:
    10,448
    Pontos de Troféu:
    146
    Coisa linda a Dragunov né? :konglove:
    É um dos meus sonhos de consumo. :rox
  32. OldSnake Veterano

    Número de Mensagens:
    7,305
    Pontos de Troféu:
    121
    Tópico 10/10

    Lerei com mais calma em casa
  33. JoelS Veterano

    Número de Mensagens:
    1,616
    Pontos de Troféu:
    114
    Favoritado !!!
    Pena que a pontuação vai até 5 estrelas apenas. Nota 10 fácil, fácil.

    :kongpositivo:
  34. Cool Breeze Ser evoluído

    Número de Mensagens:
    269
    Pontos de Troféu:
    31
    Nó! Favoritei cara. Tá de parabéns [:king]
  35. guerrard Bam-bam-bam

    Número de Mensagens:
    5,605
    Pontos de Troféu:
    244
    Estragou o tópico.

Compartilhe essa página